31 de maio de 2016

Opinião – “Actividades Criminosas” de Jackie Earl Haley


Sinopse

Quatro amigos tropeçam num negócio bom demais para recusar. Mas quando as coisas correm mal com o investimento, descobrem que parte do seu financiamento veio de Eddie (John Travolta), um chefe do crime conhecido pela sua crueldade... e está na hora de pagar. Agora, como contrapartida, eles vêem-se obrigados a sequestrar um membro da família de um chefe rival, a fim de pagar a dívida. Envolvidos num submundo de crime e violência ao qual não pertencem, se os quatro amigos conseguirem concluir com sucesso a tarefa atribuída, são bem capazes de escapar com vida.
Opinião por Artur Neves
A história começa bem, quatro amigos separados desde os tempos da escola encontram-se e depois de alguma conversa de circunstância, surge naturalmente a notícia de uma hipótese de negócio rentável que um deles se disponibiliza para financiar, sugerindo uma sociedade entre eles para gestão dos lucros.
Dito assim parece um maná vindo dos céus, a amizade, o dinheiro sem custo, a facilidade da concretização do “projecto”, tudo sem problemas nem dificuldades inerentes da luta do dia-a-dia, todavia nada é tão simples assim porque a amizade entre os quatro não é o que parece, o mecenas financiador do “projecto” obtém os fundos por meios ilícitos, a namorada de um deles é amante do financiador, o “representante” da Máfia afinal está coligado com o financiador do projecto, o raptado afinal não tinha a protecção que julgava e, saberemos no fim, tudo não passa de uma vingança pelos maus tratos e enxovalhos sofridos durante os tempos de escola.
Jackie Earl Haley traz-nos assim uma história de mafiosos e burlados, mas com fundamento psicológico que não soube trabalhar adequadamente, considerando que durante o desenrolar da acção nada nos leva a inferir, ou sequer a suspeitar quem é quem. Lamentavelmente a história desenvolve-se ao estilo dos filmes sobre os romances policiais de Agatha Christie em que os crimes e as intrigas desenvolvem-se sob os nossos olhos mas só no fim é que compreendemos todas as ligações pela douta descrição de Hercule Poirot ou Miss Marple, numa “sessão solene” com todos os envolvidos reunidos numa sala à espera de serem desmascarados e acusados.
Neste filme não se chega a tanto, entenda-se, mas lamentavelmente as ligações subterrâneas entres os personagens e as reviravoltas do argumento são-nos apresentadas no fim, na forma de flash backs, sobre cenas que não vimos e caem do céu sem paraquedas, causando-nos uma surpresa com sabor amargo por ser desenquadrada com alguns dos eventos que foram “vendidos” como reais.
Assim, para quem gosta de histórias de crime e de mafiosos encontra os ingredientes necessários e constitui o género de filme “para entreter” mas nada mais do que isso, o desempenho de Jonh Travolta é esforçado mas derivativo, tendo conseguido uma segunda oportunidade depois dos êxitos do passado, os outros personagens não vão mal, o problema está realmente em nunca nos terem avisado que na origem estava uma questão de bullyng mal resolvida e é pena.
Classificação: 5 numa escala de 10

Novidade Pergaminho | Como Viver com a Autoestima - Christine Wilding


Como Viver com a Autoestima
Christine Wilding
Um sistema simples para vencer os pensamentos negativos e eliminar a insegurança

Ajudar a desenvolver uma autoestima forte de um modo simples e independente, baseando-se na terapia cognitivocomportamental (TCC) é o intuito deste livro: Como Viver com a Autoestima, de Christine Wilding. A TCC é uma terapia que se foca na resolução de problemas práticos «aqui e agora», estando atualmente muito em voga. Este livro está dividido em cinco partes e é um guia de apoio, dando primazia ao método Passo após Passo para ultrapassar a baixa autoestima. Este apoio é tanto a nível prático como emocional. Parte I – Apoio ajuda a aceitar o problema e a traçar o caminho para o restabelecimento. Parte II – Ataque os pensamentos negativos e padrões de comportamento que impedem de avançar. Parte III – Evasão aos comportamentos e situações que dificultam a vida. Parte IV – Prática providencia estratégias de superação, mostrando como ajustar as respostas e substituir pensamentos prejudiciais, quando eles ocorrem. Parte V – Progresso para uma vida nova, mais saudável e feliz – sem receios, reveses ou recaídas.

Sobre a autora:
A Drª Christine Wilding tem uma pós-graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental pela Universidade de Londres. É consultora do ministério da saúde de Inglaterra para o tratamento da depressão e formadora em vários cursos.

Sinopse:
«Sendo psicoterapeuta, trabalho diariamente com pessoas que sofrem de baixa autoestima. Estas pessoas podem apresentar-se com uma grande variedade de problemas, desde sofrerem de depressão crónica a verem as suas vidas a desmoronarem-se por terem perdido o emprego ou um ente querido ou qualquer outra experiência traumatizante. Embora os problemas possam variar, o fator comum a todas estas pessoas é quase sempre a sua incapacidade para lidar eficazmente com os problemas, e isto acontece por falta de confiança nas suas capacidades para o fazer. Como terapeuta, o meu papel não é resolver as crises pessoais dos meus clientes, mas antes levantar-lhes a autoestima e a resiliência de forma que eles consigam resolver os seus próprios problemas, por muito diversos que possam ser. O intuito desde livro é oferecer o mesmo tipo de ajuda profissional no sentido de desenvolver uma autoestima forte de um modo simples e independente, que permita a uma maior audiência beneficiar do tipo de ajuda que os terapeutas normalmente proporcionam aos seus clientes.»

Novidade Guerra e Paz | O Que um Adulto Nunca Disse - Ana Amorim Dias

 Advogada, empresária, escritora e barmaid, Ana Amorim Dias puxa para si a hercúlea missão de aproximar jovens e adultos no livro O Que Nunca Um Adulto te Disse, que chega às livrarias a 18 de Maio. Aos 40 anos, mãe de dois rapazes, a autora rapidamente percebeu a dificuldade que existe na comunicação entre pais e filhos, adultos e adolescentes, crianças e crescidos. E percebeu que tem uma missão: aproximar as duas partes.
De igual para igual, Ana Amorim Dias fala com os jovens em discurso directo sobre o amor, o sexo, a escola, os comportamentos de risco, os pais, as drogas, o bullying e as redes sociais. O Que Nunca Um Adulto te Disse é um livro com uma linguagem franca e inteligente. Escrito a pensar nos filhos e escrito a pensar nos pais.
O Que Nunca Um Adulto te Disse não é só um livro, é uma conversa simples e descomplexada que a autora tem directamente com os jovens. Estes vão descobrir como conquistar os pais e fazer com que passem de «carrascos» a cúmplices. Vão ler sobre a importância do amor, da escola e de todos os relacionamentos humanos. Vão descobrir como manter a segurança nas redes sociais e nas festas. E também vão perceber como devem reagir quando se sentirem desintegrados ou tiverem que enfrentar processos de divórcio dos pais, ausências, bullying e outros problemas. E mais: É que se emprestarem este livro aos pais, eles vão finalmente entendê-los!

Four Tet Dia 9 de Julho no NOS Alive'16


Kieran Hebden, conhecido pelo nome de palco Four Tet, é a nova confirmação para dia 09 de julho no Palco Heineken. O músico e produtor britânico traz ao NOS Alive temas dos oito álbuns de estúdio que lhe garantiram fama mundial junto da crítica e dos fãs. Kieran Hebden, já realizou remixes de artistas como Aphex Twin, Explosions in the Sky, Super Furry Animals, Radiohead, Ellie Goulding, Lana Del Rey, Manic Street Preachers ou Black Sabbath. Para além disso é também responsável pela produção de dois discos da banda Sunburned Hand of the Man. O seu mais recente trabalho inclui uma série de obras de improviso com o baterista de jazz Steve Reid, bem como uma colaboração com os músicos Bural e Thom Yorke. As suas atuações são conhecidas pela energia contagiante que apresenta em palco e pelas sonoridades que viajam pelo hip-hop, electrónica, techno, jazz, grime e folk. Four Tet, dia 09 de julho no Palco Heineken, com uma atuação que promete pôr qualquer plateia a dançar. Últimos bilhetes disponíveis para dia 07 e 09 de julho.

30 de maio de 2016

Novidade Bertrand | As Crianças de Cristal - Kristina Ohlsson


As Crianças de Cristal
Kristina Ohlsson
O melhor do policial nórdico para os mais jovens 

Kristina Ohlsson, uma das autoras do policial escandinavo mais fortes a nível internacional, chega-nos com As Crianças de Cristal. Um livro dirigido ao público juvenil e com grande sucesso em vários países.
As Crianças de Cristal chega às livrarias dia 20 de maio. Billie é a protagonista desta fascinante história, marcada por vários elementos de suspense num ambiente assombrado. Aladdin e Simona são amigos que vão ajudar Billie a descobrir quem são as misteriosas crianças de cristal e quais os mistérios que envolvem a sua nova casa, para onde acabou de se mudar com a mãe.
Este é o primeiro livro de uma trilogia, tendo sido com este título que a autora se estreou no universo juvenil. Kristina Ohlsson é uma escritora best-seller sueca conhecida pelos seus livros de policial para adultos.

Sinopse:
Billie tem um mau pressentimento em relação à nova casa para onde se mudou com a mãe. É uma casa velha e delapidada, com a tinta das paredes a descascar, à noite ouvem-se barulhos esquisitos e existem duas misteriosas figuras de cristal, um rapaz e uma rapariga.
A mãe acha que ela está a inventar tudo, mas Billie tem a certeza de que a cidade está a esconder alguma coisa sobre a casa e o seu passado. Estará assombrada? E quem são as misteriosas crianças de cristal?
Com a ajuda de Aladdin, o seu novo amigo, e de Simona, a velha amiga, Billie decide descobrir os mistérios que envolvem a casa…

Sobre a autora:
Kristina Ohlsson é formada em Ciência Política, com experiência em contraterrorismo. Trabalhou nos Serviços de Segurança suecos, no Ministério dos Negócios Estrangeiros e deu aulas na faculdade. Kristina vive em Estocolmo e é uma das mais célebres autoras de policiais escandinavos.

Novidade Porto Editora | O Peso do Coração - Rosa Montero


Sinopse:
Três anos, dez meses e vinte e um dias.
É o tempo que resta a Bruna Husky. A detetive replicante, que é uma sobrevivente capaz de tudo, continua a debater-se com a independência total e a necessidade desesperada de carinho, como uma fera aprisionada na jaula de uma existência a prazo. Contratada para resolver um caso aparentemente simples e lucrativo, Bruna vê-se envolvida numa trama de corrupção internacional de tal forma sinistra e ameaçadora que pode comprometer a existência da própria Terra. Num futuro no qual os direitos, outrora considerados essenciais, se tornaram reféns do dinheiro, a replicante revela-se uma guerreira empenhada na luta contra esquemas de organização social baseados em preconceitos, regras rígidas e fanatismo, que põem em causa a existência de todos os seres.
O Peso do Coração é um romance distópico que, a partir do debate claro e atual das consequências das opções do presente, reflete de forma madura sobre as condições de vida e da morte, e sobre aquilo que é, na essência, a própria definição de humanidade, constituindo um regresso extraordinário ao mundo fascinante de Lágrimas na Chuva.

Novidade Topseller | Dominus - Tom Fox


Sinopse:
A catedral do Vaticano tem a sua lotação completamente esgotada, num dia em que o Papa Gregório XVII celebra uma missa. Um estranho misterioso dirige-se temerariamente na direção do altar e ordena ao Papa, que depende de uma cadeira de rodas para se movimentar, que se erga.
O Papa ergue-se.
O milagre deixa o mundo siderado. Quem é este estranho com tanto poder sobre o Papa? À medida que mais milagres acontecem e que o Vaticano encerra as suas portas ao mundo por questões de segurança, a agente policial Gabriella Fierro e o jornalista Alexander Trecchio embarcam numa investigação perigosa para encontrar uma explicação que acalme uma nação que se encontra à beira da histeria.
O que significará a vinda deste estranho, e será que ela conduzirá ao fim dos dias?

29 de maio de 2016

Novidade Arte Plural | Sobremesas 5-5-5 - Rita Nascimento


Sinopse:
“Nestas receitas que se fazem em 5 minutos, com 5 ou menos ingredientes e que custam até 5 euros, vai encontrar sugestões doces para emergências gastronómicas, quer seja uma visita inesperada, uma festa improvisada ou até um ataque de gula!
Com alguns ingredientes básicos que provavelmente tem na despensa ou no frigorífico, alguns truques e estas receitas muito práticas, vai conseguir fazer doces que parecerão ter sido comprados numa pastelaria ou saídos da cozinha de um restaurante! O conceito também passa por pegar em receitas clássicas e recriá-las em versões que podem não ser as mais autênticas, nem as mais tradicionais, mas são as mais rápidas e fáceis, além de igualmente deliciosas!”

Novidade Guerra e Paz | O Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde


Sinpose:
Este romance foi publicado, pela primeira vez, em Julho de 1890, numa revista mensal americana, a Lippincott’s. O editor, temendo acusações de indecência, expurgou-o, no entanto, de palavras e passagens que considerava ofensivas ou chocantes. Um ano depois, o autor publicaria o romance, agora na forma de livro, revendo a versão anterior, acrescentando-a substancialmente e transformando-a num manifesto filosófico: a beleza é a única coisa que interessa perseguir e conquistar na vida. Dorian Gray é um jovem belíssimo. Basil, encantado com a sua beleza, pinta-lhe o retrato. Apaixonado pela sua própria imagem na tela, Dorian deseja que esses traços imutáveis de beleza fiquem para sempre no seu rosto e que seja o retrato a envelhecer. É este o parti-pris narcisista, ou fáustico, do romance de Oscar Wilde. Romance filosófico, sobre a sua tese de fundo, Jorge Luis Borges disse: «Lendo e relendo Wilde ao longo dos anos, reparei numa coisa que os seus panegiristas não parecem sequer suspeitar: a saber, o facto mais elementar que, em boa verdade, Wilde tem sempre razão.»

ROCK IN RIO - 29 de Maio - ARIANA GRANDE cancela concerto.



O Rock in Rio lamenta informar que por motivos de doença, a artista Ariana Grande cancelou o espetáculo marcado para amanhã no Rock in Rio-Lisboa.

Para garantir a festa na Cidade do Rock, e depois do sucesso da atuação de hoje, a Organização do evento confirma um segundo espetáculo de Ivete Sangalo no line-up de amanhã, ficando o alinhamento do Palco Mundo composto por Rock in Rio – O Musical, Charlie Puth, Ivete Sangalo e Avicii.

Os fãs que compraram bilhete para dia 29 de maio e preferirem o reembolso do valor, o Rock in Rio irá disponibilizar, na sua página oficial, na próxima terça-feira, toda a informação sobre o procedimento a adotar, sendo imprescindível para reaver o valor a apresentação do bilhete e do comprovativo de pagamento.
Não serão reembolsados os fãs que derem entrada no recinto durante o dia de amanhã.

28 de maio de 2016

Novidades Planeta

A Dieta da Meditação | Alexandre Fernandes


Sinopse:
Os métodos e técnicas transmitidos neste livro são bastante eficazes e estão ao alcance de qualquer pessoa.
Se nunca meditou, não se preocupe: aqui tem os princípios básicos para praticar a concentração, encontrar a serenidade e emagrecer sem sacrifícios.
Compreenda o seu excesso de peso e saiba como libertar a mente dos traumas ou vícios que o originaram.
Basta começar com 5 minutos de meditação diários.
Junte-lhe os 21 dias de plano alimentar, complementado com 40 receitas simples, práticas e saborosas, e perca entre 6 e 8 Kg em 3 semanas. O livro baseia-se no princípio de que o excesso de peso tem sempre uma origem psíquica, por vezes subconsciente, e que essa causa está quase sempre relacionada com um acontecimento traumático na vida da pessoa. Uma vez descoberto esse trauma e a origem do excesso de peso, a «desprogramação» mental que o desencadeou é possível e a perda de peso torna-se fácil, uma questão de perseverança nos métodos mentais ensinados no livro.

A Feiticeira das Cinzas | Tea Stilton


Sinopse:
Após a derrota do Príncipe sem Nome, as princesas têm de enfrentar um novo e aguerrido inimigo: as Feiticeiras Cinzentas.
Antigas aliadas do Rei Malvado, estas criaturas sem tempo estão determinadas a combater as Princesas com as armas da Magia sem Cor.
Numa batalha sem precedentes, as cinco filhas do Rei Sábio irão descobrir que algo no passado das feiticeiras, um segredo escondido no tempo, será revelado para as poder derrotar.

O Guardião Invisível | Dolores Redondo


Sinopse:
Nas margens do rio Baztán, no vale de Navarra, é encontrado o cadáver nu de uma adolescente em circunstâncias que posteriormente é relacionado com um homicídio ocorrido na região meses antes.
Amaia Salazar, inspectora de homicídios da Policía Foral, é encarregue de dirigir uma investigação que a levará a Elizondo, uma pequena localidade de onde nasceu e de que tentou fugir toda a vida.
Forçada a enfrentar os desenvolvimentos cada vez mais complicados do caso e com fantasmas familiares que a perseguem, a investigação de Amaia é uma corrida contra o tempo para encontrar um assassino capaz de mostrar a face mais aterradora de uma realidade brutal, evocando ao mesmo tempo as criaturas mais inquietantes das lendas e do esotérico do Norte de Espanha.

Intensidade Máxima | Merdeith Wild


Sinpose:
Blake Landon, o génio da informática, apaixonou-se por Erica Hathaway. Enquanto a sua natureza controladora e o espírito independente dela continuarem a coexistir, Blake não tem intenção de deixar que ela saia de novo da sua vida.
Erica entregou a Blake a sua confiança e amor, acreditando que ultrapassariam os desafios juntos. Mas quando ele começa a exigir mais e a questionar o compromisso na relação, Erika é obrigada a enfrentar os desejos obscuros que ele escondeu.
Enquanto se envolvem cada vez mais, os inimigos preparam as suas jogadas. E põem Erika em perigo, fazendo com que a frustração de Blake cresça à medida que a tenta proteger de pessoas que a possam magoar para chegar até ele.

Guerra e Paz | Feira do Livro de Lisboa


26 de maio de 2016

Novidade Pergaminho | Eu, Conchita - Conchita Wurst

 
Conchita Wurst está em Lisboa

 A cantora e vencedora do Festival Eurovisão da Canção de 2014, autora do livro Eu, Conchita, publicado pela Editora Pergaminho, em Portugal, estará esta tarde em Lisboa para uma conferência na Fundação Calouste Gulbenkian. Conchita Wurst, autora do livro Eu, Conchita vai estar esta tarde na Fundação Calouste Gulbenkian a propósito da conferência Os Direitos Humanos e os desafios do século XXI. A cantora e vencedora do Festival Eurovisão da Canção de 2014 é uma das oradoras convidadas do terceiro painel do dia alusivo aos Direitos Identitários e Individuais, durante o qual dará o seu testemunho. O terceiro painel tem hora prevista para as 15h00. Conchita Wurst é reconhecida a nível internacional como uma das mais importantes porta-vozes dos direitos LGBT. Com a sua vitória no Festival Eurovisão da Canção em 2014, Conchita Wurst causou sensação em todo o mundo, conquistou milhares de fãs, suscitou a curiosidade e o entusiasmo de um vasto público, e ao mesmo tempo silenciou as numerosas vozes que se tinham elevado contra a sua participação no concurso, vendo nela uma promoção dos direitos LGBT. Em Eu, Conchita a artista fala da sua infância idílica na aldeia tranquila de Mittendorf, do apoio e do amor da sua família, mas também da agressão e marginalização que sofreu, sem nunca deixar de acreditar em si própria. Uma história comovente e inesquecível, que revela como a forma da tolerância e do amor pode vencer o ódio e a discriminação.

KATIA GUERREIRO | Aveiro 28 Maio


25 de maio de 2016

26 Maio l 16h l Workshop com Leonor Poeiras. Feira do Livro de Lisboa, na Praça Leya


Novidade Bertrand | O Assassínio de Cinderela - Mary Higgins Clark e Alafair Burke



O Assassínio de Cinderela
 Mary Higgins Clark e Alafair Burke
 «Muita intriga e emoção» - Publishers Weekly

Aos 88 anos, Mary Higgins Clark continua a ser uma das autoras mais bem-sucedidas a nível mundial, pautando-se por uma carreira verdadeiramente prolífica. O Assassínio de Cinderela é o seu mais recente título editado pela Bertrand, com data saída para dia 13 de maio, e desta vez escrito em parceria com a escritora best-seller Alafair Burke. O Assassínio de Cinderela é o primeiro volume da série Sob Suspeita. Em 2017, já está prevista a publicação do segundo título desta série: Toda Vestida de Branco. Com mais de 150 milhões de livros vendidos em todo o mundo, Mary Higgins Clark é conhecida por ser a Rainha do Suspense, epíteto que mantém há 40 anos.

«Os leitores vão estar constantemente a tentar adivinhar este fascinante mistério» - Booklist -

Sobre as autoras: 
Mary Higgins Clark é autora de mais de trinta romances que obtiveram um êxito assinalável, tendo vendido mais de 150 milhões de exemplares dos seus livros em todo o mundo. Foi secretária e hospedeira, mas depois de se casar, dedicou-se à escrita. Com a morte prematura do marido, que a deixou com cinco filhos pequenos, a autora investiu na escrita de guiões para rádio e, depois, nos romances. Rapidamente se tornou um dos grandes nomes da literatura de suspense, conquistando os tops de vendas, a crítica e os fãs. Alafair Burke é autora best-seller de mais de uma dúzia de livros. Antiga advogada de acusação, é hoje professora de direito criminal em Manhattan.

Sinopse:
Laurie Moran, produtora televisiva, está delirante com o sucesso do seu programa Sob Suspeita. Além do mais, este programa, que recria casos por resolver, ajudou a solucionar um homicídio logo no primeiro episódio. Agora, Laurie tem o caso ideal para o seu próximo programa: o Assassínio de Cinderela. Quando a bonita estudante universitária Susan Dempsey foi encontrada morta, o caso levantou muitas perguntas. Porque estava o seu carro estacionado a quilómetros do seu corpo? Teria chegado a aparecer para a audição combinada em casa de um realizador? Porque quererá o namorado de Susan esquivar-se a perguntas sobre a relação deles? E porque faltava um sapato a Susan quando o seu corpo foi encontrado? Laurie sabe que este caso vai dar um excelente programa, especialmente porque os amigos suspeitos pertencem à elite de Hollywood e do mundo da tencnologia. O suspense e o drama são perfeitos para o pequeno ecrã, mas estará o assassino da Cinderela pronto para um grande plano?

Opinião – “Ninguém quer a Noite” de Isabel Coixet


Sinopse

Inspirado em factos reais, “Ninguém quer a Noite” é sobre Josephine Peary (1863 – 1965) uma mulher da alta sociedade que, em 1908, viaja para o Pólo Norte para encontrar o marido, o explorador Robert Peary, e partilhar o momento glorioso da sua descoberta. A sua coragem e amor levam-na a uma marcha épica através de um dos lugares mais inóspitos do mundo, onde conhece Allaka, uma inuit que vai influenciar profundamente as suas ideias rígidas sobre o mundo e a vida.

Opinião por Artur Neves
“Ninguém quer a Noite” apresenta-nos a saga de uma mulher, algo frívola e distante do mundo real, contada por ela própria sobre o seu desígnio de amor de se juntar ao seu eleito no topo do mundo, e à enorme lição de vida que recebeu na viajem que quase lhe custou a vida, onde deixou a arrogância, o seu coquetismo e despotismo feminista, próprios de uma época e de uma cultura que subjugava as mulheres, glorificando-as nas suas características mais pueris e fúteis.
Esposa de descobridor tem de partilhar a sua glória e estar no sítio próprio no tempo certo, “equipada a rigor”, com vestidos de brocado e baixelas de prata, embora a dureza do local implique que se coma, gordura de foca e cadáver de cão para sobreviver, inicia aquela “peregrinação” contra todas as indicações do seu guia, interpretado por Gabriel Byrne. Este vem a perder a vida devido à sua teimosia, mas isso não perturba a sua determinação.
Isabel Coixet caracteriza-nos bem a mentalidade desta personagem. Em trabalhos anteriores desta realizadora, tais como; “A Minha vida sem Mim” ou “A Vida Secreta das Palavras”, dramas polarizados pela atitude vincada da personalidade dos seus personagens, também aqui a dura realidade entra pela vida de Josephine Peary e chama-se Allaka.
Esta jovem humilde e natural destas latitudes geladas, amante ocasional do seu marido e mãe do filho que ele lhe fez numa noite de muito frio, irá mostrar-lhe que a vida real está muito para lá da ostentação a que ela se habituou na cidade que a viu partir. No inverno gelado das latitudes próximas do polo norte, numa noite gelada de seis meses que ninguém quer, a que o título do filme alude, ela irá ser posta à prova na sua humanidade.
Primeiro exibindo surpresa desdenhosa e recusando a possibilidade, depois comprovando a realidade e aceitando-a como um infeliz evento a descartar e finalmente assumindo a sua impotência e fragilidade contra os elementos, une-se àquela desconhecida, fazendo das fraquezas forças para superar a inevitabilidade daquela vida que se impõe ao nascer contra todas as conveniências do meio, do local e da situação em que, como sempre, a vida explode como o lado mais forte da natureza.
Toda a história decorre naquele ambiente gelado de um branco acinzentado, que torna mais densa a acção, numa toada de calma mortal acentuada por aquela escuridão inerente à declinação terrestre. A personagem interpretada por Juliette Binoche está bem defendida, mas decorrente de interpretações anteriores desta actriz não a teria escolhido devido à limitação do papel e ao espaço em que este decorre, todavia, nada de negativo ou de insuficiente a apontar ao seu trabalho. Interessante, recomendo…
Classificação: 5,5 numa escala de 10

Passatempo Cinema - TARTARUGAS NINJA HERÓIS MUTANTES: O ROMPER DAS SOMBRAS (Lisboa Porto Braga Coimbra)

A D'Magia em parceria com a NOS Audiovisuais tem para oferecer 40 convites duplos para a antestreia do filme "TARTARUGAS NINJA HERÓIS MUTANTES: O ROMPER DAS SOMBRAS ", dia 31 de Maio, às 21.30h:

Lisboa - NOS Colombo – 10 convites duplos
Porto - NOS Norteshopping – 10 convites duplos
Coimbra - NOS Forum Coimbra – 10 convites duplos
Braga - NOS Braga Parque – 10 convites duplos

Sinopse:
Miguel Ângelo, Donatello, Leonardo e Rafael regressam este verão aos cinemas para enfrentar vilões ainda mais temíveis, juntamente com April O’Neil (Megan Fox), Vern Fenwick (Will Arnett) e um novo personagem: o vigilante da máscara de hóquei, Casey Jones (Stephen Amell).
Depois de ter escapado da prisão, o super-vilão Shredder vai unir-se ao cientista louco Baxter Stockman (Tyler Perry) e dois capangas idiotas, Bebop (Gary Anthony Williams) e Rocksteady (a superestrela da WWE Stephen “Sheamus” Farrelly), para desencadear um plano diabólico e dominar mundo. Enquanto as Tartarugas se preparam para combater Shredder e a sua nova equipa, deparam-se com uma ameaça ainda maior: o célebre Krang.

Para te habilitares a ser um dos vencedores só tens de responder às seguintes perguntas:
- Como se chamam as tartarugas ninja?
- Quem interpreta a April?

Caso nos sigas nas nossas outras plataformas, a tua participação conta como mais uma por cada plataforma em que nos seguires. Basta nos referires na tua participação o teu nome de seguidor em cada uma delas. As nossas plataformas são: 

Blog D'Magia LifeStyle / Inconfidências de Pedaços Rasgados de Memória - https://www.pedacosrasgadosdememoria.blogspot.com

Regras do passatempo:
1) Enviar a resposta para literatura@dmagia.net indicando: Nome Completo, Número de BI ou CC, Nome de Fã no Facebook e Nome de Seguidor no Blog
2) O assunto do email deverá ter a menção Tartarugas Ninja + Localidade Pretendida (Lisboa/Porto/coimbra/Braga)
3) Só é válida uma participação por pessoa/e-mail.
4) É obrigatório seres nosso Fã no Facebook e Seguidor no Blog.
5) O passatempo é válido até às 23:59 de dia 29 de Maio.
6) Os vencedores serão apurados através de um sorteio via random.
7) Os vencedores avisados através de email.

23 de maio de 2016

Novidade Mensa KIDS | Treina o tue Cérebro


Sinopse:
Estimular o cérebro através da realização de exercícios lógicos permite às crianças, em pouco tempo de prática, melhorar a concentração, o raciocínio lógico, velocidade de resposta, memorização, entre muitas outras valências. E os benefícios que as crianças poderão obter, fruto da melhoria no aproveitamento escolar, irão manifestar-se fora do ambiente académico. Ficarão mais confiantes e com maior autoestima.
O cérebro precisa tanto de exercício como o corpo. Os quebra-cabeças desta coleção foram criados pela Mensa, a sociedade do QI Elevado, para os mais pequenos testarem o raciocínio lógico, exercitarem a massa cinzenta e, principalmente, se divertirem!

22 de maio de 2016

Novidade Guerra e Paz | Feliz Divórcio - Elizabete Agostinho


Feliz Divórcio - Elizabete Agostinho 

Hoje, sete em cada dez casamentos acabam em divórcio: a separação já não é um estigma. Banalizado, nem por isso o divórcio deixa de ser um processo individual doloroso, que provoca uma gigantesca mudança de vida. Neste percurso solitário surgem muitas dúvidas e pensamentos negativos difíceis de partilhar até com os mais próximos. Feliz Divórcio quer ser um Manual de Instruções para uma separação o mais saudável e informada possível, desde a nova lei do divórcio às responsabilidades parentais, passando pelo processo interior de transformação, a aceitação do passado e o trabalho necessário para conseguir adaptar-se a esta nova vida, que implica mudanças na relação com a família, os amigos, os filhos e, sobretudo, consigo. Se vai passar pelo processo, se vive neste momento uma separação ou se ficou com marcas de uma separação recente, já terá percebido que raramente tem informação objectiva, fidedigna e sobretudo franca e honesta sobre o assunto. É o que vai encontrar neste livro. 

Sobre a Autora:
Elizabete Agostinho. Nasceu em Paris, onde viveu até aos 18 anos. Mas o desejo de voar pelas próprias asas trouxe-a até Coimbra, para tirar o curso de Jornalismo na Faculdade de Letras. Foi em Portugal que decidiu viver, apesar de ter passado por Liverpool e Barcelona. Jornalista e tradutora, coordenou o livro As Grandes Cartas de Amor, editado pela Guerra e Paz, e dedica grande parte do seu tempo ao cinema, a sua outra grande paixão. Sempre sentiu necessidade de contar estórias, seja através do jornalismo ou da ficção. A experiência do divórcio e a procura compulsiva de informação para enfrentar essa experiência de vida foi o ponto de partida para este seu livro.

Damien Rice em Portugal com 2 Concertos em Nome Próprio


Damien Rice tem passagem marcada por Portugal com duas datas, dia 12 de julho atua na Casa da Música e 13 de julho no Coliseu de Lisboa. Na bagagem, Damien Rice traz “My Favourite Faded Fantasy”, o seu mais recente trabalho de originais.
“My Favourite Faded Fantasy” é o resultado de uma introspeção de oito anos, onde Damien Rice se reencontrou. Confrontado pelas suas próprias aporias sobre felicidade, sucesso e escrever música, Damien Rice fez apenas duas malas e começou a viajar interruptamente, nunca ficando muito tempo no mesmo sítio. A Islândia foi o lugar que mais inspirou este último álbum, “apaixonei-me pela Islândia” confessa Damien Rice. Mas foi quando chegou a Los Angeles, e começou a trabalhar com o super-produtor Rick Rubin, que Damien Rice começou definitivamente a gravar “My Favorite Faded Fantasy”.
Na Casa da Música e no Coliseu de Lisboa, dias 12 e 13 de julho respectivamente, Damien Rice vai partilhar com público toda a aprendizagem destes últimos anos que se materializaram em canções, que o próprio músico apelida de honestas. Os bilhetes para os concertos em Lisboa e Porto vão estar disponíveis para compra nos locais habituais a partir das 10h00 de sábado, 23 de abril.

Casa da Música | 12 de julho de 2016
Coliseu de Lisboa | 13 de julho de 2016

21 de maio de 2016

Novidade Bertrand | Desigualdade - Anthony B. Atkinson


Desigualdade – O Que Fazer? -  Anthony B. Atkinson
«Atkinson ajudou-nos mais do que qualquer outra pessoa a compreender o significado da desigualdade, a sua importância, como evoluiu o conceito e como o podemos influenciar. É um dos grandes professores do nosso tempo.» Nicholas Stern, London School of Economics

«A desigualdade encontra-se, neste momento, na vanguarda do debate público. Já muito se escreveu acerca do 1 por cento e dos 99 por cento, e mais do que nunca temos noção da abrangência da desigualdade. O que pode ser feito se pretendermos seriamente reduzir a desigualdade de rendimentos? Como poderá a crescente perceção pública ser traduzida em políticas e ações que realmente diminuam a desigualdade? 
Neste livro apresento políticas concretas que acredito poderem levar a uma genuína alteração na distribuição dos rendimentos, proporcionando uma menor desigualdade. O meu objetivo, indo beber às lições da história e pegando na economia subjacente com uma perspetiva nova – através de um olhar distributivo –, é mostrar o que pode ser feito para reduzir a desigualdade, segundo um espírito otimista. 
O mundo está a braços com problemas graves, mas coletivamente não somos impotentes contra forças que nos escapam ao controlo. O futuro está, mais do que nunca, nas nossas mãos.» 
http://www.bertrandeditora.pt/ 

Sobre o Autor: 
Anthony Barnes Atkinson é um reconhecido economista britânico que leciona na London School of Economics. A par com Simon Kuznets, Prémio Nobel da Economia, é um dos pioneiros do estudo empírico das desigualdades de rendimento, e a sua investigação influenciou, entre outros, os trabalhos de Thomas Piketty. 
Atkinson tornou-se a maior referência britânica para o estudo da desigualdade e da pobreza, áreas que explorou ao longo dos últimos 40 anos, e deixa o seu nome ligado ao desenvolvimento de uma destacada medida de desigualdade de rendimentos: o índice de Atkinson.

Novidade Coolbooks | De Repente, Nunca Mais - Marta Neves


Sinopse:
Esta é a história de uma amizade que não conhece limites, arrastando para o precipício todos que nela querem entrar. Marta, Diogo e Alexandre são três amigos que cresceram juntos. Tomé é um detetive de homicídios que vive e respira o seu trabalho. Quando o cadáver de Alexandre aparece numa praia fluvial do rio Douro, os caminhos destes três amigos de infância tornam a cruzar-se de forma trágica.
Anacronicamente, cada personagem vai contando ao leitor a história de como tudo se passou, mostrando como a realidade muda conforme os olhos de quem a vê. Neste processo, todas as personagens são simultaneamente vítimas e culpadas de algum crime.

20 de maio de 2016

Novidade Castor de Papel | Paixão pela Vida - Osho


Sinpose:
Neste livro OSHO analisa uma das principais obras do filósofo Friedrich Nietzsche, Assim Falava Zaratustra, um dos livros mais importantes alguma vez escrito e muito discutido, e resgata-o da mácula de apropriação nazi, fruto de incompreensão e má-fé. Também ajuda o leitor a aprender muito acerca do misterioso e revolucionário místico persa Zaratustra (Zoroaster) que Nietzsche escolheu como porta-voz neste texto.
Nietzsche é o maior filósofo que o Mundo conheceu e igualmente grandioso porque nasceu místico. É assim natural que outro místico e filósofo, contemporâneo, com a grandeza de OSHO, possa explicar com extraordinária clareza e relevância para os leitores do séc. XXI não só o texto como todo o pensamento profundo do seu autor.
O resultado é uma viagem encantadora por um mundo onde a vida é celebrada, não rejeitada, e onde as verdades intemporais triunfam sobre as mentiras e as distorções que continuam a incapacitar os nossos esforços de nos tornarmos seres saudáveis e completos.

ROBERTA SÁ | Concerto 23 Junho | Teatro Tivoli BBVA


Opinião – “Sobrevivente” de James McTeigue


Sinopse

Depois de ser misteriosamente incriminada por um ataque bombista, Kate Abbott (Milla Jovovich) uma funcionária do Departamento de Estado Americano recém colocada na Embaixada em Londres, é obrigada a fugir das forças policiais e de um impiedoso assassino (Pierce Brosnan), ao mesmo tempo que procura travar o aterrador plano dos verdadeiros terroristas.
Opinião por Artur Neves
Há uns bons anos que não via o Pierce Brosnan num papel de assassino a soldo, com objectivos tão definidos e rosto tão fechado como neste thriller de James McTeigue que se move no campo do terrorismo internacional, cheio de acção numa história bem estruturada embora de verossemelhança algo remota (digo eu, porém nos tempos actuais tem-se visto coisas imprevisíveis) em que um engenheiro químico promove uma ameaça global à cidade de Nova York como vingança para a morte do filho no Afeganistão ao serviço do exército americano.
O motivo principal porém é outro e relaciona-se com especulação financeira, para a qual o assassino contratado deveria ser apenas um tarefeiro. Todavia ao serem descobertos os verdadeiros motivos o interesse passa a ser outro tendo apenas como principal e único opositor a responsável de segurança da embaixada dos USA em Londres, interpretado por Milla Jovovich, que provida de intuição e determinação descobre toda a trama, embora acarrete com isso a suspeita dos seus pares e a perseguição intensa do assassino que pretende eliminá-la a todo o custo, dando ensejo ao aparecimento do personagem de Pierce Brosnan pouco visto actualmente, considerando que ultimamente este actor tem-se dedicado a papeis mais ligeiros.
A história está bem urdida e mantém a tensão durante todo o filme em que o confronto é permanente, o mistério também, bem como a agudização da luta entre as duas facções que procuram o cumprimento dos seus objectivos. O espectador é conduzido consistentemente através do argumento sem falhas de continuidade nem pontas soltas e passa um tempo agradável a seguir o argumento que embora previsível, não desmotiva nem faz perder o interesse. As cenas de acção são interessantes sem serem espectaculares, como acontece em alguns filmes modernos, mas também não fazem falta e tornam a história mais realista. Gostei e recomendo
Classificação; 6 numa escala de 10