29 de março de 2014

Opinião - Filipa de Lencastre

Título: Filipa de Lencastre
Autor: Isabel Stilwell
Editora: Esfera dos Livros

Sinopse:
Filipa de Portugal morreu de peste negra, tal como a sua mãe, a 15 de Julho de 1415. Com 55 anos. No dia 25 partiam de Lisboa 240 embarcações e um exército de 20 mil homens, entre os quais D. Duarte, o Infante D. Henrique e D. Pedro. A Praça de Ceuta caía cerca de um mês depois. D. Filipa não esperaria outra coisa dos seus filhos…Mulher de uma fé inabalável, conhecida pela sua generosidade, empreendedora e determinada a mudar os usos e costumes de uma corte tão diferente da sua, Filipa de Lencastre deu à luz, aos 29 anos, o primeiro dos seus oito filhos. A chamada Ínclita Geração, que um dia, como ela, partiria em busca de novos mundos e mudaria para sempre os destinos da nação.Frei John, o tutor já tinha previsto o seu destino nas estrelas. Nasceu Phillipa of Lancaster, filha primogénita de John of Gaunt, mas aos 29 anos deixou para trás a sua querida Inglaterra para se casar com D. João I de Portugal. A 11 de Fevereiro de 1387 o povo invadiu as ruas da cidade do Porto para aclamar carinhosamente D. Filipa de Lencastre, Rainha de Portugal. Num romance baseado numa investigação histórica cuidada, Isabel Stilwell conta-nos a vida de uma das mais importantes rainhas de Portugal. Desde a sua infância em Inglaterra, onde conhecemos a corte do século XIV, à sua chegada de barco a Portugal onde somos levados numa vertigem de sentimentos e afectos, aventuras e intrigas.

Opinião por Filipa Abreu:
Que livro fabuloso! é uma óptima historia, sobre pessoas inspiradoras. Acho que gostei tanto deste livro, porque nos dá a oportunidade de saber um bocadinho mais de dois países (Inglaterra e Portugal)e conhecer, tão melhor, a história de lugares que nos são tão familiares. Para começar, uma das razoes que me deixou logo feliz, foi dar conta que a Filipa de Lencastre é uma das descendentes da casa de Lencastre de Inglaterra (casa esta retratada pela escritora Philippa Gregory na sua trilogia "senhora dos rios", "rainha branca" e "rainha vermelha", os quais eu tenho e já tive a oportunidade de ler um). É um livro que não tem partes monótonas, não é demasiado descritivo sendo que diz as coisas importantes sem ser demasiado redutor e tendo um fio condutor que nos instiga a querer saber mais e ver como se vai desenvolver a historia desta princesa e depois Rainha, que tão importante foi na sua época. Fiquei a gostar imenso das personagens, como se já as conhecesse, o que fez com que ficasse tão triste aquando da morte de Filipa (apesar de já saber à priori que ela morreria, uma vez que é algo que diz logo na contra capa). 
Isabel Stilwell é uma óptima contadora de histórias e maravilhosa escritora (pelo menos no que se refere a este livro, uma vez que foi o primeiro que li dela).
Recomendo vivamente e graças a este livro, já pertence à minha estante o D. Maria II da mesma autora

1 comentário:

v_crazy_girl disse...

Esta autora é simplesmente fenomenal, escreve muitíssimo bem e cada romance dela tem uma nova e refrescante história sobre alguma grande personalidade (feminina especialmente).

Bjs*