31 de março de 2016

Opinião "A Mulher que queria matar o bebé da vizinha", de Liudmila Petrushévskaia

A Mulher que queria matar o Bebé da Vizinha
Autor: Liudmila Petrushévskaia
Relógio d’Água
Edição: 2012
Sinopse
Durante a guerra, um coronel recebeu carta da mulher em que ela lhe dizia ter muitas saudades e lhe pedia que a fosse ver porque tinha medo de se finar sem estar com ele pela última vez. O coronel solicitou a licença e, como tinha sido condecorado havia pouco, conseguiu três dias. Foi de avião, mas, uma hora antes da sua chegada, a esposa faleceu. O homem chorou, fez o funeral da mulher, tomou o comboio para regressar, mas de repente descobriu que perdera o cartão de membro do partido. Revolveu todas as suas coisas, tornou à estação donde partira, tudo isso com grandes dificuldades, mas não encontrou nada e acabou por voltar para casa. Ali adormeceu e, de noite, sonhou com a mulher que lhe disse que o cartão do partido estava no seu caixão, do lado esquerdo, tendo caído quando o coronel a beijara. Avisou-o também de que não devia levantar-lhe o véu da cara.
Opinião Por Francisca Martins
Não conhecia o livro e não conhecia a autora. Li a sinopse e senti uma vontade inexplicável de ler mais… Ainda hoje não sei dizer o que foi, foi só uma grande vontade de cointinuar a ler.
Tratei de arranjar o livro e começar a lê-lo o mais rapidamente possivel. É um livro que se lê muito depressa, porque não é muito grande e porque são contos.
Pequenos, intensos, imersivos e que não nos deixam largar o livro enquanto não estiver acabado aquele conto.
Nesta obra de uma escritora russa, contemporãnea e com apenas sois livros publicados em Portugal, pela Relógio d’Água (Hora: Noite, 2011), estão reunidos dezanove contos com uma qualidade literária inquestionável, curtos, imprevísiveis, terríficos, dramáticos, intensos e fantásticos.
Passam-se num mundo repleto de imagens que não são as nossas e de tradições e costumes que não são os nossos. E se uma das melhores coisas que a literatura tem é a capacidade de nos fazer viajar, com estes contos viajamos para uma Rússia, fria, fechada, carregada de costumes e tradições novas.
São contos imprevísiveis, com uma crueldade e um humor negro absolutamente delicioso: contam as histórias de vida de homens e mulheres, de maridos e mulheres, pais e filhos, vizinhos e conhecidos, que se passam em florestas, em aldeias remotas, na cidade, em apartamentos e em comunidades, com gatos e gatas, bruxos e fantasmas com comportamentos ambíguos e sinistros, motivados pelo medo, pelo ódio ou pela vingança, muito próximo da loucura e onde às vezes o amor vence a morte.
Mais um livro que pode passar despercebido, mas que não deve ser deixado de lado!

Game of Thrones Regressa ao Syfy em Abril

O privilégio será todo nosso de transmitir filmes e séries aos mil mas em Abril há uma série que não pode mesmo perder no Syfy 24 horas após a estreia mundial, A Guerra dos Tronos chega ao Syfy. Querem melhor motivo para um mês onde lá fora vai haver água aos mil?
Na muralha do Norte, ao findar a quinta temporada, aconteceu algo que deixou os fãs da série A Guerra dos Tronos colados ao pequeno ecrã, e não era para menos, afinal de contas tratou-se de um incidente que envolveu uma das personagens com maior aglomerado de fãs, falamos indubitavelmente de Jon Snow. O acontecimento que terá agitado a esfera emocional de todos aqueles que gostam da personagem prende-se com o facto de ter ficado no ar, em hipótese, a sua continuidade ou não na série. Em jeito de revisão, relembramos que após serem atacados pelos White Walkers, Jon Snow, o bastardo dos Stark, tomou a decisão de que seria de capital importância alojar os seus, supostamente, arqui-inimigos, os Selvagens, na muralha do Norte, mesmo depois da dura batalha travada entre ambos na muralha, afim de defrontarem juntos a poderosa força dos White Walkers. Esta decisão tomada pelo líder da Patrulha da Noite, Jon Snow, criou divisões no seio da muralha, acabando a personagem por ser atacada por um grupo da própria muralha que terão deixado o bastardo desolado no chão. Terá Jon Snow morrido ou estará de regresso na Próxima Temporada?


Daenerys é outra personagem de futuro incerto, após se ter afastado com um dos seus dragões para um local isolado, voltou a reencontrar uma tribo do seu falecido marido Khal Drogo. A tribo prontamente rodeou Daenerys, tendo ficado mais um ponto em suspenso para a próxima temporada sobre o que terá acontecido nesta reunião com Daenerys. Paralelamente, com o afastamento da mãe dos dragões do seu reino, cabe a Tyrion Lannister a missão de o governar, com o apoio do seu braço direito, Varys, a Aranha, serão eles capazes de liderar este barril de pólvora?
Outro foco de interesse da próxima temporada será como irá reagir Cersei Lannister depois de ter sido humilhada perante o seu próprio povo, haverá mais “vergonha” na próxima temporada? Esperemos para ver.
Foi a pensar nos espectadores da série, que, para que não se perca pormenor algum da 6ª temporada, faremos uma maratona relativa à 5ª temporada, já a partir de segunda-feira, 4 de abril, às 22:20h, onde serão emitidos 3 episódios a cada segunda-feira do mês. Esta sequência de episódios permitirá aos espectadores reavivar aquilo que já visualizaram, para estarem a postos prontos para a nova temporada que se avizinha. O último episódio da 5ª temporada está aliás marcado para o dia da estreia da 6ª temporada, segunda-feira, dia 25 de abril, às 21:30h.
Quanto à estreia da 6ª Temporada o Syfy irá colocar a temporada no ar em Portugal, menos de 24h depois da sua estreia mundial, dia 25 de abril às 22:20h.

30 de março de 2016

Novidade Bertrand | Velhas Traições - Olen Steinhauer


Sinopse:
Há seis anos, Henry e Celia eram amantes e colegas, e trabalhavam na CIA em Viena. Até que os terroristas sequestraram um avião no aeroporto. Uma tentativa de resgate, delineada no interior da agência, correu terrivelmente mal. Todos os passageiros morreram.
Essa noite continua a assombrar todos os que a viveram; para Henry e Celia, foi o fim da sua relação. Celia decidiu mudar de vida, deixou a CIA, casou e teve filhos. Agora vive uma vida normal nos subúrbios da Califórnia. Henry continua a ser analista na agência e viaja até aos Estados Unidos para se encontrar com ela: para reviver o passado, talvez, ou para o deixar definitivamente para trás.
Mas nenhum dos dois pode esquecer as perguntas: será que o agente infiltrado estava comprometido? Qual é o papel de cada um em toda a situação?
Um livro intenso, emocionante e inquietante que o vai manter refém até à última página.

Pentatonix com Bilhetes já à Venda!


29 de março de 2016

Workshop Canto de Filmes de Animação com Rui Baeta



Passatempo - Em português se faz favor"

A D'Magia em parceria com a Guerra e Paz tem para oferecer um exemplar de "Em português se faz favor" de Helder Guégués.

Sinopse:
Um livro útil para todos os falantes comuns que queiram exprimir-se melhor em português. Fundamentado na sua larga experiência como revisor e inspirado num mote dado por Francisco Rodrigues Lobo, o autor aponta-nos alguns dos erros e confusões mais comuns, passando por questões de regência verbal, ortografia, pronúncia, concordância, modismos e mau uso e formação do plural, sempre com abonações reais.

Para te habilitares a ser o vencedor responde às seguintes perguntas:
1 - Este livro é útil para quem?
2 - O que é o autor nos aponta?


E envia os teus dados pessoais (incluíndo o nome completo, morada e nome de seguidor no Facebook), com o assunto "Em Português se faz favor", até ao dia 18 de Abril, para literatura@dmagia.net.

Caso nos siga nas nossas plataformas, a tua participação conta como mais uma por cada plataforma em que nos seguires. Basta nos referires na tua participação o teu nome de seguidor em cada uma delas. As nossas plataformas são:

Facebook -https://www.facebook.com/DMagia
Blog D'Magia - https://www.dmagia.blogspot.com
Blog D'Magia LifeStyle / Inconfidências de Pedaços Rasgados de Memória - https://www.pedacosrasgadosdememoria.blogspot.com
Instagram - https://www.instagram.com/gizmah/
Twitter - https://twitter.com/dmagia

Regras do passatempo:
1) Só aceitamos participações de residentes em Portugal.
2) Podem participar todos os dias. No máximo de uma vez por dia.
3) Só serão aceites participações de fãs e/ou seguidores.
4) É obrigatório dar like no Facebook na Página D'Magia
5) Ser fã do facebook e seguidor do blog dá direito a duas participações no passatempo. Não te esqueças de referir o teu nome de seguidor no email juntamente com os teus dados
6) Poderás partilhar este passatempo numa rede social e via twitter uma vez por dia. Cada nova partilha conta como uma participação extra. Basta nos ires enviando os links.
7) O prémio é sorteado via random.org entre todos os participantes validados.
8) Os vencedores serão contactados por email.
9) Não nos responsabilizamos por qualquer extravio no envio do prémio.

Boa sorte a todos!!!

Michel Teló em Portugal 7 e 8 de Maio


28 de março de 2016

Alessandra Ambrósio & Leandro Lima apresentam a nova campanha Xti "We Love them"


A top model brasileira Alessandra Ambrosio, considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo, apresenta a nova campanha primavera-verão 2016 da XTI, ao lado do modelo, ator e músico brasileiro, Leandro Lima.
Alessandra Ambrosio estreia-se esta temporada como imagem da XTI, mas a sua carreira tem sido marcada pelo sucesso: é um dos angels mais emblemáticos da casa Victoria Secret e foi a primeira modelo a apresentar a linha de roupa da marca Pink. Desfilou para marcas como Next, Armani Exchange, Christian Dior, Ralph Lauren... Alessandra teve o privilégio de desfilar o célebre 'Fantasy Bra' da Victoria Secret, usado apenas pelas melhores modelos do mundo.
Além de desfilar nas passerelles mais importantes, Alessandra Ambrosio também revelou o seu talento como atriz no filme '007 Casino Royal' e nas séries de TV 'Entourage' e 'Gossip Girl'.
A sensualidade e beleza do sorriso de Alessandra Ambrosio também conquistaram o universo das redes sociais, tornando-se numa das top models mundiais mais seguidas (Facebook: 3.133.713 / Twitter: 1.950.000 / Instagram: 5.400.000). Está na lista de modelos mais influentes do mundo da moda, não só nas passerelles como também fora delas, convertendo-se num referência total de street style.
Alessandra Ambrosio e Leandro Lima protagonizam a nova imagem da XTI – marca espanhola de calçado e acessórios -, com uma campanha que se detaca pela sua simplicidade e luminisidade, com fotografias sobre fundo branco e um cenário minimalista. A campanha foi fotografada pela lente de Juan Aldabaldetrecu, um proeminente fotógrafo de moda espanhol.
Sob o tema ''We Love Them'' e com a espetacular performance dos dois supermodelos, chega a nova estação e uma coleção de calçado e acessórios inspirados nas mais recentes tendências. Para ele e para ela, a coleção inclui propostas de modelos básicos funcionais, confortáveis e elegantes, inspirados nos looks de street style de todo o mundo e nos sucessos das passerelles internacionais.




27 de março de 2016

Novidade Castor de Papel | Eu Amo-Me


Novidade Guerra e Paz | Opus Dei Profundo - Eugénia Tomaz


Sinopse:
O tema Opus Dei tem suscitado sempre curiosidade na opinião pública. Contam-se décadas de investigação, de reportagens jornalísticas e literárias, sem uma efectiva pacificação dos ânimos públicos, que se reacendem quando as questões surgem, de novo, nos meios de comunicação social. Este ensaio contém uma resposta objectiva, elaborada a partir de dentro, às diferentes perguntas que jornalistas têm feito ao longo dos anos à instituição.
Pautando-se por textos do fundador e do Magistério da Igreja, localiza e demonstra a origem dos atritos internos e desvios que se foram instalando entre a doutrina proclamada pelo fundador e a estrutura laical institucionalizada. Este livro contém um ensaio sobre a espiritualidade do Opus Dei nestas duas vertentes: a do carisma fundacional e a dos mecanismos que têm contribuído para o seu obscurecimento ao longo dos tempos.

26 de março de 2016

Novidade Suma de Letras | A Vida é Fácil, Não te Preocupes - Agnes Martin-Lugand

Sinopse:
Desde o seu regresso da Irlanda, Diane virou a página da sua tumultuosa história com Edward, determinada a reconstruir sua vida em Paris. Com a ajuda do seu amigo Felix, lança-se de cabeça na compra e abertura do seu café literário. E é aí, em As pessoas felizes lêem e bebem café, o seu refúgio, que conhece Olivier. É simpático, atencioso e principalmente compreende e aceite a sua recusa em ser mãe novamente. Diane sabe que nunca vai se recuperar da perda da sua filha. No entanto, um evento inesperado muda tudo: as certezas de Diane, as suas escolhas, pelas quais tanto lutou, vão entrar em colapso, uma após a outra. Será que Diane tem a coragem necessária para aceitar um outro caminho?

ARTE | Novas datas da digressão nacional


25 de março de 2016

Novidade Topseller | A Vingança dos Tudor - C.W. Gortner


Sinopse:
Em 1558, após a morte da Rainha Maria, Isabel Tudor ascende ao trono. Brendan Prescott, o espião privado de Isabel, é chamado à corte inglesa, depois de um exílio de quatro anos na Suíça. A rainha incumbe-o então de investigar o desaparecimento de uma das suas aias, Lady Parry, que tinha ido visitar a família a uma aldeia distante e nunca mais foi vista.
Ao chegar ao destino, e após conhecer os familiares de Lady Perry, Prescott apercebe-se de que estes escondem um segredo que poderá pôr fim ao reinado de Isabel. O desenrolar dos acontecimentos leva-o também a ter a certeza de que alguém se quer vingar. Resta saber se o alvo da vingança é Isabel ou ele próprio.

A Chrysalis apresenta Tranquility Collection

A Chrysalis apresenta
TRANQUILITY COLLECTION

A magnificência da jornada da vida é composta por alegria, mistério e, por vezes, tristeza. Cada uma das gemas da coleção Tranquility da Chrysalis oferece-lhe algo que a ajudará a nortear a sua vida, nos bons e maus momentos. A verdadeira amizade, criatividade, amor, proteção, desejo, sorte e felicidade são apenas alguns dos tesouros que irão guiá-la ao longo da viagem que é a vida.


PVP €39,00




24 de março de 2016

Novidades Guerra e Paz

Os Lusíadas | Luís de Camões


Sinopse:
Os Lusíadas é um poema épico, da autoria de Luís Vaz de Camões. Terá sido concluído em 1556 e foi publicado em 1572.
A obra está dividida em dez cantos e começa com a primeira viagem de Vasco da Gama à Índia, sendo a história de Portugal, desde os seus primórdios, o pano de fundo da narrativa.
N’Os Lusíadas perpassa o sentimento da multidão, do povo, da História daquela época. Fascinam-nos a remota geografia e os estranhos costumes de povos longínquos. O que impressiona o leitor contemporâneo é o fôlego poderoso, o prazer que se solta da sonoridade dos versos de um mestre de uma língua e do seu ritmo. Camões é o poeta de uma poesia mais próxima da música, da pintura e da escultura do que de toda essa literatura que não é poesia.
Este é o livro que é preciso ler para se compreender a identidade portuguesa.

O Amante de Lady Chatterley | D.H. Lawrence


Sinopse:
Proibido, proscrito durante décadas como uma obra pornográfica, O Amante de Lady Chatterley é hoje um clássico da literatura.
A história da ligação erótica entre Lady Chatterley e o seu amante, Mellors, guarda de caça na aristocrática propriedade inglesa do marido dela, despertou a fúria do puritanismo inglês, que não aceitou a natureza do erotismo deste livro, alicerçado na comunhão e fusão espiritual que só a mais física intimidade permite. Uma explosão de sensualidade faz nascer entre os amantes uma «ávida adoração» e Lady Chatterley, numa escrita lírica e veemente, desvela o que de mais instintivo e sublime há na natureza humana.
Esta é a versão integral do romance, tal como D. H. Lawrence a queria publicar, com nova tradução de Maria João Madeira.

Novidade Coolboks | O Longo Caminho de Regresso - António Bizarro


Sinopse:
São onze contos passados numa cidade em que cabem milhões de histórias. Construída às margens do rio Árion, Saint Paul é uma urbe negra que surge da fusão entre São Paulo, Barreiro e Lisboa.
Em O longo caminho de regresso, neste cenário cinzento e industrial, o leitor encontra contos inspirados por eventos reais – por exemplo, Johanna e os Demónios, baseado numa situação ocorrida em Portugal, no ano de 1933, numa aldeia que ficou conhecida pelo epónimo sinistro de Mataqueima – ou a presença de personagens recorrentes, como Tony Dornbusch, um escritor em busca de respostas e a projeção autobiográfica quase caricatural do autor.
Dominada pela sombra do Instituto MacLaren, que parece insinuar uma nefasta influência nos incidentes misteriosos que acontecem por toda a obra, Saint Paul será palco de homícidios, exorcismos e confrontos pelo futuro da Humanidade.

Passatempo Cinema - VIRAM-SE NOVAMENTE GREGOS PARA CASAR

A D'Magia em parceria com a Pris Audiovisuais tem para oferecer 20 convites duplos para a antestreia do filme "Viram-se novamente gregos para casar", dia 29 de Março, às 21.30h:

Lisboa – NOS Colombo – 10 convites duplos
Porto – NOS Norte Shopping – 10 convites duplos

Sinopse:
As pessoas mudam. Os gregos não.

Viram-se Novamente Gregos para Casar, é a tão esperada sequela de uma das mais divertidas comédias românticas de todos os tempos. A audiência mundial abraçou de forma tão carinhosa, todas estas imensamente carismáticas personagens como se vissem retratadas as suas próprias famílias nos ousados e adoráveis membros do clã Portokalos.

Com o argumento da Nomeada pela Academia, NIA VARDALOS (Viram-se Gregos para Casar) que protagoniza a personagem principal, juntamente com o restante elenco do primeiro filme, a história revela um segredo da família Portokalos que vai fazer com que todos os membros do clã se juntem novamente mas, agora, para algo que parecia quase impossível: realizar uma festa de casamento grego, ainda maior e mais enlouquecedor.

Enquanto enfrenta problemas no seu relacionamento com Ian, Toula tenta encontrar uma solução para lidar com a filha adolescente. Além de controlar as desavenças e discussões, ela terá também que enfrentar um novo casamento grego, com mais convidados e muito mais divertido do que o dela foi outrora. Está instalada a confusão, a diversão e as gargalhadas.

O filme é realizado por KIRK JONE (Estão Todos Bem) e, uma vez mais, produzido por GARY GOETZMAN, RITA WILSON e TOM HANKS.


Para te habilitares a ser um dos vencedores só tens de responder às seguintes perguntas:
- Este filme revela-nos um segredo de que familia?
- Como se chama o realizador deste filme?

Caso nos sigas nas nossas outras plataformas, a tua participação conta como mais uma por cada plataforma em que nos seguires. Basta nos referires na tua participação o teu nome de seguidor em cada uma delas. As nossas plataformas são: 

Blog D'Magia LifeStyle / Inconfidências de Pedaços Rasgados de Memória - https://www.pedacosrasgadosdememoria.blogspot.com

Regras do passatempo:
1) Enviar a resposta para literatura@dmagia.net indicando: Nome Completo, Número de BI ou CC, Nome de Fã no Facebook e Nome de Seguidor no Blog
2) O assunto do email deverá ter a menção Gregos para casar + Localidade Pretendida (Lisboa/Porto)
3) Só é válida uma participação por pessoa/e-mail.
4) É obrigatório seres nosso Fã no Facebook e Seguidor no Blog.
5) O passatempo é válido até às 23:59 de dia 27 de Março
6) Os vencedores serão apurados através de um sorteio via random.
7) Os vencedores avisados através de email.

23 de março de 2016

Novidade Asa | Os Ambiciosos - Michelle Miller


Sinopse:
Todd, Neha, Beau e Tara são jovens e ambiciosos. Todd é um promissor lobo de Wall Street; implacável e sensual, é um líder nato. Neha é tímida e reservada em todas as áreas da vida exceto uma: o trabalho. No extremo oposto está Beau, o bon vivant oriundo de boas famílias que nunca teve de se esforçar por nada. Por seu lado, Tara parece ter tudo: é atraente, inteligente e perfecionista, mas paga com solidão o preço de uma carreira exemplar.
Juntos - acreditam - vão conquistar o mundo.
A oportunidade surge com uma nova aplicação social – a Hook – que promete revolucionar os encontros amorosos. Todas as empresas de Wall Street querem representá-la mas são os quatro amigos que conseguem o negócio. O único senão: têm apenas dois meses para o concluir. Um prazo quase impossível de cumprir. O que se exige é nada menos do que dedicação e exclusividade totais. Durante dois meses de claustrofóbica proximidade física e emocional, as relações entre eles serão postas à prova, a sua ambição testada ao limite.
Mas no mundo vertiginoso e implacável de Wall Street onde nada é o que aparenta ser, a misteriosa morte de uma estudante universitária vai desencadear uma espiral descontrolada de acontecimentos. Poderá este crime estar relacionado com a tão badalada aplicação?
Os quatro jovens estão perante o negócio de uma vida. Até onde irão para o defender?

Novidade Pergaminho | As Asas do Perdão - Kyle Gray


Sinopse:
Kyle Gray tem um dom muito especial: consegue ver anjos, ouvi-los e comunicar com eles. É autor de vários best-sellers internacionais, através dos quais ajudou já milhões de pessoas em todo o mundo a receber a presença angelical nas suas vidas.
Uma das mensagens mais importantes que os anjos transmitiram a Kyle Gray, ao longo da sua vida, foi a da importância do perdão. Quando somos feridos ou magoados, seja por alguém que amamos ou apenas pelas circunstâncias desfavoráveis da vida, tendemos a concentrar muita da nossa atenção e energia emocional na mágoa que sentimos. Isso é natural, mas não é o caminho mais favorável. O caminho para a cura e para a harmonia interior passa sempre por um ato simples, mas difícil, de transcendência: o perdão.
Ao longo destas páginas, Kyle Gray partilha com os leitores as lições que aprendeu através da sua experiência pessoal, do seu trabalho com clientes e da leitura de clássicos da espiritualidade como Um Curso em Milagres ou Os Evangelhos Gnósticos, acerca do poder do perdão. Recorrendo a histórias reais, exemplos práticos e reflexões sentidas, explica como os anjos e os arcanjos podem ajudar cada um de nós a libertar-se da prisão das emoções negativas e viver com mais amor e entrega.

22 de março de 2016

NÜMPH | Color Trend // Serenity Blue


Uma das cores tendência desta estação é o Azul Serenity - uma cor que transmite sensações de bem-estar e tranquilidade. Fique por dentro das últimas tendências e complete o seu guarda-roupa com propostas NÜMPH coloridas por esta tonalidade.






Novidade Bertrand | Hitler Morreu no Bunker? - Eric Frattini


«Não fomos capazes de descobrir uma única prova da morte de Hitler.»
Dwight D. Eisenhower

Celebraram-se, a 30 de abril de 2015, os setenta anos sobre o suicídio de Hilter. No entanto, terá Hitler realmente morrido no seu bunker? Os seus restos mortais nunca foram encontrados...
Eric Frattini teve acesso a numerosos testemunhos e documentação da época que demonstram a incerteza que rodeia a sua morte e as pistas sobre a suposta fuga de Hitler e da sua esposa, Eva Braun, colocando-as agora, pela primeira vez, a conhecer aos leitores.
O autor analisou mais de duas mil páginas de documentos que falam da fuga de Hitler nos arquivos do FBI, CIA, MI6, OSS, KGB, FSB e CEANA (Comissão de Esclarecimento das Atividades Nazis na Argentina).
Ficará nas mãos do leitor decidir se o homem mais odiado do mundo acabou os seus dias com um disparo na cabeça fechado num bunker obscuro, com um disparo na cabeça, ou numa confortável casa nalgum local perdido na Patagónia.

Opinião – “Operação Eye in the Sky” de Gavin Hood


Sinopse
Katherine Powell (Helen Mirren), Coronel e oficial da inteligência militar com sede em Londres, está a comandar remotamente uma operação ultra secreta com recurso a drones para capturar um perigoso grupo de terroristas em Nairobi, no Quénia. Mas a missão passa repentinamente de uma operação de "Captura" para "A abater" quando Powell se apercebe que os terroristas estão prestes a embarcar num atentado suicida.
Da sua base no Nevada, Steve Watts (Aaron Paul), um piloto americano de drones, está prestes a destruir o alvo quando uma menina de nove anos de idade entra na zona de ataque. Com imprevistos danos colaterais a entrar agora na equação, a ordem de ataque vai passando pela "hierarquia de poder" de políticos e advogados, ao mesmo tempo que o tempo vai passando.

OPERAÇÃO EYE IN THE SKY, realizado por Gavin Hood, é um thriller internacional atual que retrata o mundo sombrio das guerras executadas por drones remotamente controlados.

Opinião por Artur Neves
Gavin Hood trouxe-nos em 2005 um drama social da sua terra, África do Sul, ele nasceu em Joanesburgo, muito considerado pela crítica através de várias nomeações, o que mostra a sua apetência por temas sérios sobre a natureza humana, os seus dilemas, os seus medos e a sua tendência para os incorporar na nossa actividade diária condicionando a sua realização.
Desta vez temos uma história sobre a guerra moderna, a guerra que se trava a milhares de Quilómetros de distância do teatro de operações, por meio de Drones e de câmaras de vigilância guiadas por GPS que tudo vêm e tudo transmitem, ao alcance de um clique do rato para um ou vários computadores ligados por esta teia de comunicação sem fios que tecemos em torno da nossa vivencia nem sempre regular, mas que temos de aceitar como um mal menor do esforço de manutenção de segurança que nos disponibilize para todas as actividades do nosso quotidiano.
Só que a natureza humana não é linear nos seus raciocínios nem nos silogismos utilizados para justificar a razão dos seus actos e como tal, todas as conclusões resultantes dos seus dilemas são condicionadas pelos pressupostos considerados inicialmente, contudo também são passíveis de sofrer alteração desde que os primeiros não correspondam exactamente à realidade presente que permita utilizar os modelos estabelecidos sem reserva. Daqui resultam derivações sem fim, indutoras de responsabilidade, culpa, remorso e sansões que pretendemos evitar com uma panóplia de recursos, filosóficos, de justiça, expressamente criados para acautelar as más soluções aprioristicamente estabelecidas para soluções tipificadas, mas que não correspondem ao figurino quando as pretendemos aplicar.
É esta a história deste filme, bem urdida no assunto actual do terrorismo internacional e bem representada por personagens cientes do seu papel que se debatem em considerações contraditórias por diferentes motivos, é certo, mas com o único objectivo de tornar a sua intervenção o mais neutra possível quando a tomada de decisão, embora de acordo com os pressupostos iniciais, apresente diferenças de conteúdo que os comprometam directamente.
Daqui gera-se toda a angústia, vacilação, burocracia e demonstração de fraqueza da cadeia de comando que constitui o cerne da acção e nos envolve num ambiente de farsa e de tensão, antes de ser disparado o primeiro tiro.
A primeira legenda do filme é emblemática do assunto tratado; “Na guerra, a verdade é a primeira vítima” – Ésquilo. Muito interessante, recomendo.

Classificação: 7 numa escala de 10


21 de março de 2016

Novidade Pergaminho | Curar as Energias Negativas - Anne Jones

Sinopse:
«Neste livro partilharei algumas das minhas experiências com muitos tipos de energias negativas, entre as quais aquelas que são criadas por nós mesmos, pelas pessoas que nos rodeiam, pelos equipamentos elétricos, pelas energias telúricas desalinhadas, pela magia negra e pela presença de espíritos. Da mesma forma, partilharei as técnicas de proteção e limpeza de energias negativas que aprendi e desenvolvi, para que o leitor possa manter positiva, elevada e liberta de influências negativas não apenas a sua energia pessoal como também a dos ambientes em que se move.
Quaisquer que sejam as causas geradoras de energia negativa – ou seja, quer estas sejam originadas na natureza ou fabricadas pela inconsistência humana ou pelos seus próprios medos e ansiedades – existem formas de compensar e minimizar os seus efeitos.
Tenho a firme convicção de que as nossas atitudes, formas de ser e de pensar influenciam o ambiente em que vivemos. Com efeito, marcamos a diferença quando trazemos às nossas vidas uma atitude positiva e otimista, e também quando mantemos limpos e em boa ordem as nossas casas e locais de trabalho e nos empenhamos em respeitar o ambiente. Sim, podemos substituir a negatividade e a escuridão reinantes no nosso mundo pela luz e pela positividade. Se cada um de nós fizer a sua parte, não tardará até que o mundo se torne um lugar mais leve e luminoso em que a paz e o amor prevaleçam para o bem de todos.»

Novidade Guerra e Paz | Mein Kampf


Sinopse:
Um dos livros mais nefastos da história. O fim do livro proibido. Este livro, mal escrito, de teses abomináveis, foi a bíblia de um movimento, o nazismo, que dilacerou a Europa, primeiro, e o mundo a seguir. Um documento com esta natureza deve ser conhecido e deve ser publicado: a democracia deve conhecer os seus inimigos. Esta edição da Guerra e Paz inclui a versão integral do texto. Mas antes, o leitor vai encontrar 90 páginas de análise da barbárie nazi e da história da ascensão, poder e crime do nazismo, por Manuel S. Fonseca: a violência da eliminação das forças democráticas alemãs; a emergência do ódio rácico de que um ultra-exacerbado anti- semitismo é o cume; a estarrecedora criação da solução final, com os campos de concentração e dos crematórios do Holocausto.

20 de março de 2016

STOMP! Abril na Figueira da Foz, Porto e Lisboa


Opinião - "Ressurreição" de Kevin Reynolds

 
Sinopse:
Depois da cruxificação de Jesus Cristo, Poncio Pilatos encarrega o tribuno Clavius (Joseph Fiennes) de proteger o túmulo e impedir que o corpo desapareça. Quando o aparentemente impossível acontece, Clavius e o seu ajudante Lucius (Tom Felton) iniciam uma investigação para localizar o corpo, desacreditar os rumores de que um Messias regressou dos mortos e impedir uma revolta em Jerusalém.
 
Opinião por Marta Nogueira
Há duas histórias da carochinha que afligem a sociedade ocidental há diferentes quantidades de tempo - a de que o nazareno Jesus Cristo é filho de Deus e a de que todas as histórias têm sempre um final feliz. A primeira foi arquitectada por uma seita iniciada por 11 criaturas inocentes sob o feitiço de um homem com um carisma extraordinário (eu própria, agnóstica que sou, gostaria de o ter conhecido) e que se transformou ao longo dos séculos numa instituição poderosíssima chamada Igreja Católica. A segunda começou no início do século XX numa região da Califórnia chamada Hollywood. Quando as duas histórias se juntam, deparamo-nos com um produto semelhante a "Ressurreição" de Kevin Reynolds.
Estreado a tempo de ser distribuído durante a Páscoa em todo o mundo, de forma a arrecadar mais uns quantos milhões de dólares, este "Rising" de Kevin Reynolds é uma tentativa de baralhar as cartas e voltar a dar numa abordagem ligeiramente nova aos já tradicionais relatos sobre a vida e a morte de Jesus. Desta vez, as cabecinhas pensadoras de Hollywood fizeram um brainstorming iluminado para ganharem mais uns trocos na Páscoa de 2016. Estou a imaginá-los. "Outra vez a vida Cristo? Isso já deu o que tinha a dar. Que tal a vida de Judas?" "Não, isso é demasiado violento. O homem enforcou-se e traiu o outro." "Não havia mais ninguém? E aquele que cegou e se transformou num apóstolo póstumo?" "Não tem carisma suficiente. Precisamos de algo mais fulgurante." Até que alguém a certa altura exclamou: "Já sei! Vamos pôr um soldado romano a fazer um CSI na Jerusalém de início do milénio. Em vez de pistas de ADN, andará à caça de pedras tumulares misteriosamente removidas sem a ajuda de instrumentos, testemunhas oculares que proferem frases enigmáticas e judeus determinados a fabricar provas circunstanciais com o objectivo de minar a credibilidade de uma nova seita que estava a ameaçar o seu domínio na Palestina!" "Boa! é isso mesmo. Brilhante! E quem será o nosso investigador?" "Liga aí ao Ralph Fiennes. É giro, tem aquele semblante sério que atrai as mulheres e os homens ao mesmo tempo. Diz-lhe para começar a exercitar os músculos. Queremos que fique bem naquelas armaduras romanas." Não contentes com isso, as cabecinhas brilhantes lembraram-se ainda de converter o soldado durante o seu processo investigatório, rendido à bondade e ao carisma mágico de Cristo.
Este aparece sempre a sorrir beatificamente, numa onda muito zen (demasiado zen!), muito sereno e com um ataque de abracite aguda - todos os que dele se aproximam levam com um abraço, toma!
Como se isto não bastasse, os apóstolos são-nos apresentados como se tivessem acabado de sair do filme "Branca de Neve" de Walt Disney, onde representaram os 11 anões e tivessem sido directamente trasladados para a Palestina, sem ser sequer preciso haver troca de maquilhagem ou de guarda-roupa. Alegres e saltitantes (alguns demasiado alegres e saltitantes, como se tivessem fumado alguma erva que por ali andava à mão de semear ...), fogem pelas colinas secas do deserto e só lhes falta darem as mãos e dançarem em círculos em volta do soldado romano que os persegue curioso, depois de ter assistido a um dos truques de magia de Jesus, que apareceu e desapareceu sem deixar rasto. Abracadabra!
Há também o costumeiro aprendiz de feiticeiro, neste caso um soldado jovem e inexperiente destacado para auxiliar Clavius na sua investigação criminal e que começa por correr atrás do nosso herói, ávido das suas palavras sábias sobre as estratégias mais eficazes para combater os insurrectos, e acaba transformado no seu arqui-inimigo (este é demasiado inteligente para cair em truques de prestidigitação, digo eu ...).
Não falta ainda o vilão-mor da fita, personificado por Pôncio Pilatos que, como qualquer verdadeiro mafioso, é quem ordena a investigação mas lava as mãos do assunto, tal e qual como fez quando ordenou a cruxificação de Cristo a pedido dos judeus, para acalmar as hostes na sua Província.
Este filme é daqueles em que podemos ir colocando cruzinhas nos itens habitualmente utilizados por Hollywood para construir um sucesso de bilheteira. Conflito principal - check. Herói - check. Vilão - check. Início problemático seguido de resolução feliz - check. Grande pincelada - check (este ítem é da minha responsabilidade).
Resumindo, Kevin Reynolds, realizador de Robin Hood, Waterworld e o Conde de Monte Cristo, não fugiu ao estilo a que já nos tinha habituado com os seus anteriores sucessos de bilheteira. Dez anos após "Tristão e Isolda", ressuscita com esta obra medíocre e só temos de agradecer a alguém ... que não tenha colocado o seu velho amigo Kevin Costner como protagonista. Isso sim, teria sido um calvário absolutamente insuportável.
 
 
P. S. Não pretendo ofender ninguém com esta opinião. Limito-me a expressá-la, assim como os que crêem expressam a sua. Peace and love.

Passatempo DVD - O castelo andante

A D'Magia em parceria com a Outsider Filmes tem para oferecer 2 DVD's do filme "O castelo andante" dos Studio Ghibli.

Sinopse:
Sophie, uma típica adolescente de 18 anos, vê a sua vida virada do avesso quando se cruza acidentalmente com o misterioso mas belo feiticeiro Howl e, subsequentemente, é transformada numa mulher de 90 anos pela vaidosa e perversa Bruxa do Nada. Ao embarcar numa incrível odisseia para quebrar a maldição, ela encontra refúgio no castelo andante onde conhece Markl, o aprendiz de Howl, e um impetuoso demónio de fogo, com o nome de Calcifer. O amor e o apoio de Sophie vão ter um enorme impacto em Howl, que, em tempo de guerra, vai arriscar a sua vida para ajudar a trazer paz ao reino.

Para te habilitares a ser o vencedor responde às seguintes perguntas:
- Que idade tem Sophie?
- Como se chama o aprendiz de Howl?

E envia os teus dados pessoais (incluíndo o nome completo, morada e nome de seguidor no Facebook), com o assunto "DVD O castelo andante" para literatura@dmagia.net

Caso nos sigas nas nossas plataformas, a tua participação conta como mais uma por cada plataforma em que nos seguires. Basta nos referires na tua participação o teu nome de seguidor em cada uma delas. As nossas plataformas são:
 
Facebook -https://www.facebook.com/DMagia
Blog D'Magia - https://www.dmagia.blogspot.com
Blog D'Magia LifeStyle / Inconfidências de Pedaços Rasgados de Memória - https://www.pedacosrasgadosdememoria.blogspot.com
Instagram - https://www.instagram.com/gizmah/
Twitter - https://twitter.com/dmagia

O passatempo termina dia 10 de Abril

Regras do passatempo: 
1) Só aceitamos participações de residentes em Portugal. 
2) Podem participar todos os dias. No máximo de uma vez por dia. 
3) Só serão aceites participações de fãs e/ou seguidores. 
4) É obrigatório dar like no Facebook na Página D'Magia 
5) Ser fã do facebook e seguidor do blog dá direito a duas participações no passatempo. 
6) Poderás partilhar este passatempo numa rede social e via twitter uma vez por dia. Cada nova partilha conta como uma participação extra. 
7) O prémio é sorteado via random.org entre todos os participantes validados. 
8) Os vencedores serão contactados por email.
9) Não nos responsabilizamos por qualquer extravio no envio do prémio. 

Boa sorte a todos!!!

Biffy Clyro Confirmados para o NOS' ALIVE 2016


Os Biffy Clyro têm passagem confirmada na 10.ª edição do NOS Alive, dia 07 de julho. A banda escocesa, conhecida pelas suas explosivas atuações ao vivo, junta-se aos já confirmados The Chemical Brothers, Pixies, Robert Plant e The 1975 no Palco NOS.
Os Biffy Clyro encontram-se em Los Angeles a gravar com o produtor Rich Costey (Muse, Frank Turner, Foster the People) e segundo um post no Twitter da própria banda, vai ser o álbum da década. Numa recente entrevista ao NME, Simon Neil promete que o novo álbum deverá sair em abril ou maio, trazendo ao NOS Alive novos temas.
Com seis álbuns editados, um milhão de discos vendidos, nove galardões conquistados, entre NME Awards, Kerrang! Awards, Q Awards e uma nomeação para o Mercury Prize, os Biffy Clyro são atualmente um dos maiores fenómenos do rock britânico.
A 10.ª edição do NOS Alive tem lugar no Passeio Marítimo de Algés de 07 a 09 julho e conta com Radiohead, Arcade Fire, The Chemical Brothers, Pixies, Robert Plant, Foals entre muitos outros. O cartaz do NOS Alive tem sido amplamente elogiado pela imprensa internacional. A edição francesa da revista Rolling Stone arrisca mesmo a dizer que Portugal é o novo El Dorado musical, graças ao NOS Alive.

Nomes já anunciados: Arcade Fire, Biffy Clyro, Calexico, Carlão, Courtney Barnett, Father John Misty, Foals, Grimes, Hot Chip, Jagwar Ma, John Grant, José González, M83, Paus, Pixies, Radiohead, Robert Plant, Tame Impala, The 1975, The Chemical Brothers, Two Door Cinema Club, Vintage Trouble, Wolf Alice e Years & Years.

19 de março de 2016

Novidade GestãoPlus | Um Ano com Peter Drucker - Joseph A. Maciariello


Sinopse:
Peter Drucker foi um dos maiores pensadores na área da Gestão. As suas ideias sobre liderança, eficácia, inovação e adaptação à mudança são os alicerces de grande parte das filosofias de gestão contemporâneas.
Em Um Ano com Peter Drucker, Joseph A. Maciarello concentrou a essência dos seus ensinamentos num programa pessoal de mentoria através de um acessível curso de 52 semanas. Cada semana, o foco recai sobre um tema específico e apresenta uma lição, mensagem ou história exemplar retirada da extensa obra de Drucker e de algum material inédito. Inclui ainda sugestões de leitura e reflexões sobre o tema semanal (que funciona como base a futuras sessões de brainstorming), destinadas a ajudar o leitor a incorporar a mensagem no seu quotidiano profissional.
Um Ano com Peter Drucker aborda temas como:

Liderança: Um líder foca-se no que é importante e não no que é urgente – um fator diferenciador entre o funcionário e o líder;
Sentido: A gestão é uma atividade humana, um processo destinado a servir as pessoas dentro e fora de uma organização;
Eficácia: A eficácia pessoal depende de um sentido claro de propósito – fazer as coisas certas e não tentar fazer tudo.

Novidade Topseller | O Brilho Azul das Estrelas - Laura Pritchett


Sinpose:
A demanda de um homem para corrigir o passado.
Ben e a sua mulher vivem num rancho próximo das Montanhas Rochosas, no Colorado. Ben é ainda um homem ativo e pleno de vida, quando lhe é diagnosticada Alzheimer. Com o avanço da doença, começa a sentir que é um fardo para a mulher e que não lhe resta muito tempo de consciência.
Além do aparecimento da doença, surge a terrível notícia da libertação do genro, preso pelo homicídio da Motivado pelo desejo de vingança, Ben decide corrigir o passado e levar avante um último gesto de amor e Com um olhar inflexível sobre o aterrador mundo da doença de Alzheimer, Laura Pritchett traz-nos uma história de coragem e devoção que prova que o fim da vida não significa o fim do amor.

Opinião – “Ride – Na Onda” de Helen Hunt


Sinopse

Uma mãe viaja até à Califórnia ao encontro do seu filho depois de este decidir abandonar os estudos para dedicar-se inteiramente à prática do surf.

Opinião por Artur Neves
Helen Elizabeth Hunt é uma actriz já consagrada em filmes de significativa qualidade, tais como; “O Gene Rosa” e “Seis Sessões”, para citar somente os mais recentes, apresenta-nos agora a sua primeira realização cinematográfica, da qual também escreveu o argumento e em boa hora o fez, com esta história ligeira sobre assuntos sérios abordados de forma descomplicada, de certa maneira divertida e emocionalmente sensível.
É uma história comum da emancipação dos filhos e do eterno dilema, em que para os progenitores nunca chega a altura certa destes partirem sozinhos para a aventura da sua vida, com todos os riscos, alegrias, escolhas e responsabilidades que essa decisão contém. O momento chega para todos e mal será se assim não for, porém o corte da ligação próxima, o deixar voar livremente, o deixar errar… reveste-se sempre de maior ou menor resistência, e até de dor, por quem testemunhou os momentos iniciais daquela vida em construção.
Quando a dor é insuportável passa-se ao regime dinâmico, isto é, segue-se o “rebento” até ao seu novo destino, sem contudo se querer assumir como fraqueza própria, o medo projectado numa decisão alheia conscientemente tomada. E aqui começa a verdadeira aventura pondo-se tudo em questão, levando tudo a jogo, inclusive a nossa própria convicção que nos terá levado naquela aventura condenada ao fracasso, pelo menos, dos objectivos que inicialmente a justificaram. A vantagem está em provocar a saída da nossa zona de conforto e reformularmos o modo de vermos o mundo, renovarmos a maneira de nos vermos e nos encontrarmos de novo perante o desconhecido, a surpresa a inexperiência dos novos desafios. Chama-se a isto viver de novo, embora com uma equipagem reforçada pelo passado vivido, mas ainda assim rumo ao desconhecido.
Penso não revelar nenhuma inconfidência ao revelar a frase lapidar do filme, porque ela está contida no trailer e reporta-se à justificação do filho sobre a sua decisão, alegando ser tão adulto como a mãe, ao que esta responde que embora sendo ambos adultos “… um dos adultos saiu pela vagina do outro” e este pormenor faz toda a diferença na relação entre ambos os adultos, não tenhamos dúvidas.
Mas a vida é o que é, com avanços e recuos temos de continuar a nossa vida e neste caso ela renova-se e transforma-se até para a mãe que encontra uma possibilidade de reconstrução e de estabilidade com um novo amor, que embora salgado pelas ondas do mar, se afirma constante e perene numa nova promessa de vida.
Todo o conjunto da história está bem construída, a realização é escorreita, flui sem demasiados sobressaltos e é agradável de ver, provoca sorrisos e comove, não é demasiado convencional e é fácil aceitar todas as premissas, pois cumpre-se a vida. Gostei e recomendo.
Classificação; 6,5 numa escala de 10

18 de março de 2016

Digressao Mundial de Pentatonix passa por Portugal


O quintento Pentatonix, banda vencedora de um Grammy, que fez sucesso mundial graças aos seus temas cantados "a capella", vai passar por Portugal com dois concertos em nome próprio inseridos na digressão mundial “Pentatonix: The World Tour 2016”. O quinteto norte-americano atua dia 25 de junho no Coliseu de Lisboa e no dia seguinte ruma à Invicta, onde atuará no Coliseu do Porto. A dupla Us The Duo será responsável pela abertura de ambos os espetáculos.
Desde que explodiram na cena musical em 2011, os Pentatonix comprovaram ser um verdadeiro fenómeno. Hoje são Disco Platina, com mais de 2,7 milhões de álbuns vendidos nos EUA, venceram um Grammy Award, esgotaram salas por todo o mundo, acumularam mais de 1,4 mil milhões de visualizações no Youtube, onde contam com mais de 10 milhões de subscritores.
O mais recente álbum de estúdio homónimo, “Pentatonix”, lançado em outubro do ano passado, e o primeiro que conta com temas de originais, estreou em #1 nas listas Billboard Top 200 e Current Albums Chart. O primeiro single divulgado, “Can’t Sleep Love”, contou com mais de 17 milhões de visualizações no Youtube.

Coliseu de Lisboa | 25 de junho
Abertura de portas: 20h00
Início do espetáculo: 21h00

Coliseu do Porto | 26 de junho
Abertura de portas: 20h00
Início do espetáculo: 21h00

Novidade Topseller | Na Sombra da Minha Irmã - Sarah Pekkanen


Sinopse:
Lindsey e Alex são irmãs gémeas. Têm os mesmos genes, as mesmas raízes, mas não podiam ser mais diferentes. Desde que se lembra, Lindsey, de 29 anos, tem vivido na sombra da sua linda e encantadora irmã gémea, Alex, lutando para evitar ser a eterna segunda. Determinada em conquistar o seu lugar, Lindsey dedicou a sua vida ao trabalho e à carreira, e está finalmente prestes a conseguir a grande promoção com que sempre sonhou. Mas um erro impulsivo leva a que todos os sonhos de Lindsey se desmoronem.
Humilhada, não lhe resta outra alternativa senão recuar no tempo e refugiar-se na casa dos pais. Mas o regresso a casa traz uma amarga surpresa: a irmã Alex não só se vai casar com um Príncipe Encantado, como tenta seduzir descaradamente um amigo de infância de Lindsey, o único que sempre a preferiu. É como se o mundo desabasse pela segunda vez em poucos dias.
Enquanto Lindsey tenta recuperar a sua carreira, um antigo segredo de família é revelado, forçando as duas irmãs a repensarem a sua relação.
Um romance que explora as relações que nos definem e os laços complicados mas insubstituíveis entre irmãs.