31 de outubro de 2010

Passatempo "Os Doze" - Vencedores

A D´Magia agradece a todos os participantes, infelizmente só 2 poderiam ser premiados. As respostas correctas a este passatempo

1 – Max vivia num mundo isolado de?

Padrões numéricos e cromáticos

2 – Para quando está previsto o final dos tempos?
Para 21 de Dezembro de 2012

3 – O autor é formado em?
Em Antropologia Cultural.

4 – Através de que e-mail pode o autor ser contactado?
Através de twelvebook@gmail.com



E os vencedores são:
Priscila Beato - Lisboa
Miguel Saraiva - Coimbra

Os vencedores serão contactados por email.
Parabéns aos vencedores e os votos de boas leituras.

Passatempo "Memória das Estrelas sem Brilho" - Vencedores


A D´Magia agradece a todos os participantes, infelizmente só 4 poderiam ser premiados. As respostas correctas a este passatempo eram:

1 - Na "Memória das Estrelas sem Brilho" conta-se a história de quem?
De um estudante universitário que é obrigado a interromper o curso para comandar um grupo de expedicionários.

2 - Em que data enviou o governo um grupo de expedicionários as trincheiras da Flandres?
Em 1917.

3 - Com que idade começou o autor a escrever?
Com sete anos.

4 - Qual a citação preferida do autor?
"Tudo é verdade e caminho" do Fernando Pessoa.

E os vencedores são:
Nuno Gonçalves - Vila de Punhe
Marlene Carvalho - Porto de Mós
Susana Ferreira - Braga
Ana Rita Ribeiro - Estoril

Os vencedores serão contactados por email.
Parabéns aos vencedores e os votos de boas leituras.

30 de outubro de 2010

'Sanctum' de James Cameron já tem trailer


Do produtor executivo James Cameron, criador de 'Titanic' e 'Avatar' chega-nos 'Sanctum' realizado por Alister Grierson.

Uma experiência 3D 'Sanctum' é um thriller de acção, que segue uma equipa de mergulhadores numa caverna subaquática, que está a viver uma crise de riscos de sobrevivência durante a sua expedição ao sistema de cavernas inexploradas.
Quando uma tempestade tropical obriga-os a refugiar-se, caminham cada vez mais para dentro da caverna. A única forma de sobreviver é procurar uma saída para o mar.
Sem recursos, a tripulação precisa de navegar por um labirinto debaixo de água para conseguir sair da caverna.

O filme conta com as participações de Richard Roxburgh, Rhys Wakefield, Ioan Gruffudd, Alice Parkinson e Dan Wyllie. Tem estreia marcada nos EUA para dia 14 de Fevereiro 2011.

Podes ver o trailer abaixo:

29 de outubro de 2010

Lembrete

A D'Magia relembra aos nossos seguidores que terminam amanhã os passatempos:

- Memória das Estrelas sem Brilho
- Os Doze

Passatempo "O Novo Membro"

A D'Magia em parceira com o autor Bruno Franco tem para oferecer 1 exemplar autografado de "O Novo Membro".

Sinopse:
Nos arredores de Almada dava-se o primeiro passo para uma terrível e surpreendente fase em Portugal. Alex, uma pessoa bastante peculiar, desejava ardentemente ingressar numa determinada e também ela peculiar sociedade secreta, que estava ainda em crescimento, mas que tinha grandes ambições e potencialidades. O líder, Ferro, impôs uma condição: Alex teria de passar por uma missão muito perigosa e sangrenta, para provar a sua lealdade, coragem, inteligência e determinação. Era uma missão assustadoramente bem organizada, e eles sabiam que nem o aclamado detective Rodrigo Tavares seria capaz de os apanhar.

Durante a investigação, Rodrigo Tavares depara-se com um número escrito com impiedosas facadas numa das vítimas que o transporta para algo bem mais perigoso e grandioso do que à partida se supunha.

.................................-311-.............................

Este número aparentemente inofensivo escondia uma terrível verdade e fê-lo perceber que os assassinatos não eram aleatórios, e que o elo de ligação entre as vítimas, mestriamente escondido, revelava-se ser catastrófico para ele mesmo.

Num policial cheio de acção e emoção, e com a ajuda de dois agentes da PSP e do seu parceiro da PJ, Rodrigo perseguirá Alex até ao fim, e tentará fazer o que eles acreditam ser impossível até para o mais astuto e inteligente dos detectives portugueses.


Para se habilitar a ser o vencedor basta responder às questões colocadas sobre o livro e o autor. As respostas poderão ser encontradas na sinopse do livro e na entrevista dada pelo autor.

1 - O que desejava ardentemente Alex?
2 - Que tem Alex de provar?
3 - Como se chama o detective?

As respostas deverão ser enviadas para literatura@dmagia.net, juntamente com os seus dados pessoais, até ao dia 6 de Novembro.


Regras do passatempo:
1) Ser seguidor do blog.
2) Apenas participantes com moradas de Portugal.
3) Apenas uma participação por cada nome e email.
4) Os portes de envio são por conta dos vencedores (com a possibilidade de entrega em mãos nas zonas de Lisboa e Sintra).

Entrevista a Bruno Franco

É com muito prazer que esta semana vos trago um novo autor no panorama da escrita portuguesa, é ele Bruno Franco.


Sobre o Autor:
Bruno Franco é um jovem que nasceu a 26 de Setembro de 1990. Actualmente vive em Corroios, Concelho do Seixal. A sua paixão pela escrita foi algo que surgiu de forma natural, quando tinha apenas 14 anos, e veio para ficar. Pertence à equipa de natação de competição do Clube Lisnave, onde está há bastantes anos federado, e está a tirar o curso de Radioterapia na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. "O Novo Membro" é o seu primeiro livro publicado.


Entrevista:

Começaste a escrever com que idade?

Lembro-me perfeitamente: comecei a escrever aos 14 anos, quando andava no 9º ano de escolaridade. Na altura escrevi um livro experiência, para saber se tinha capacidades que me permitissem apostar forte na escrita e num livro mais a sério. Curiosamente, esse primeiro livro foi do género fantástico, mas depois passei logo para os policiais, onde escrevi outro a título de experiência antes de avançar para “O Novo Membro”, que escrevi aos 16 anos e revi com 19, quando foi publicado.

Como surgiu este sonho de escrever um livro?
Ao longo do meu percurso escolar fui notando que tinha muita criatividade e uma larga imaginação quando escrevia. Lembro-me perfeitamente de dois trabalhos de grupo que exigiam que escrevêssemos uma história, um género de conto, e que entusiasmei-me de tal forma que o escrevi todo sozinho, algo que os meus colegas até agradeceram (risos)! E também me lembro de duas ou três vezes as minhas professoras de português do Básico quererem ler a minha composição para a turma, o que era inédito até então. No entanto, nunca tinha sequer considerado escrever um livro a sério. Mas um dia, quando terminei de ler um livro, continuei a desfolhar as restantes folhas e encontrei um desafio feito pela editora para jovens que tinham escrito um livro. Foi nesse instante que comecei a considerar essa hipótese, e a partir daí tentei arranjar razões que me convencessem de que era capaz e de que iria valer a pena. Comecei a fazer uma retrospectiva e, quando percebi que era um óptimo desafio para mim, decidi arriscar e acabou por se tornar num sonho muito grande e que foi aumentando à medida que ia escrevendo e me entusiasmando com a escrita.

Foi fácil lançares-te no mundo literário?
Creio que nunca é fácil entrar no mundo literário. Exige muita paciência, não só porque as editoras podem rejeitar-nos, como também podem demorar imenso tempo para responder, mesmo que seja um “sim”. No meu caso, enviei o meu livro para quatro editoras, e todas quiseram publicar o meu livro. Sinto-me bastante feliz por isso, claro. A Corpos Editora foi a que me fez a melhor proposta e ajudou-me imenso para entrar neste mundo, que é bem diferente do que eu imaginava como leitor assíduo que era e sou. O processo de edição em si é que foi mais moroso, mas compensou. Claro que o apoio da minha família, namorada e amigos é-me fundamental e sem eles seria tudo muito mais complicado. Gosto muito de lhes agradecer sempre que me é possível, pois é a melhor forma que tenho de retribuir a ajuda e apoio que me oferecem (sorriso).

Fala-nos um pouco deste teu primeiro livro “O Novo Membro”.
“O Novo Membro” fala da história de um detective da PJ, Rodrigo Tavares, que se depara com um assassino que tudo tentará para conseguir entrar numa certa sociedade secreta. Para o conseguir, esse assassino terá de cometer actos horríveis, que levarão Rodrigo e a sua equipa ao limite das suas capacidades. É um livro cheio de acção e mistérios, que adorei escrever!

Onde vais buscar a tua inspiração?
A minha inspiração vem da música, dos filmes, das séries e da minha própria vivência diária. Às vezes estou a andar de bicicleta, ou a ouvir uma música mexida, e a minha mente é invadida por várias ideias brutais sobre o livro, o que é fantástico. Costumo fazer passeios de bicicleta propositadamente para pensar em ideias para o meu livro, porque é uma óptima forma de me inspirar. Neste aspecto, o Parque da Paz, importante na trama do meu livro, é também muito importante para mim, por se tratar de um parque magnífico e bastante calmo, talvez até místico, uma vez que várias grandes ideias que tive, surgiram nesse local.

Como é o teu processo criativo? Tens algum ritual?
Pode-se dizer que sim, tenho. Para eu escrever é indispensável ter algumas músicas que me desloquem para outra dimensão, longe daqui, e que me ajudem a estar totalmente focado na história que quero criar e desenvolver. Gosto de me sentar em frente ao computador, no meu quarto, com umas boas músicas e, de preferência, sozinho. Estas são as condições essenciais para eu escrever. Se me perturbam muito, acabo por me distrair e prefiro parar de escrever até voltar a ter sossego, porque assim não estou totalmente dentro da minha história. Quando escrevo, costumo ter um plano bem assente para o que quero que aconteça nesse capítulo, mas a meio podem-me surgir novas ideias e acabo por alterar bastante o rumo dos acontecimentos. Por isso, é sempre uma aventura quando me sento em frente ao computador, porque nunca sei o que pode mudar à medida que vou escrevendo.

Quais são as tuas referências literárias?
Tenho várias referências, que reflectem, claro, o tipo de livro que escrevo. A maior referência para mim é a escritora Tess Gerritsen. Depois tenho outras muito importantes como José Rodrigues dos Santos, Jeff Abbott, Dan Brown, Steve Berry e Daniel Silva.

Qual o teu livro preferido?
Escolher um livro entre muitos é sempre complicado, uma vez que adorei praticamente todos os livros dos escritores citados anteriormente e ainda de mais alguns, como J. K. Rowling e Christopher Paolini. Ainda assim, posso distinguir alguns: O Cirurgião, O Aprendiz e Duplo Crime, da Tess Gerritsen; Fúria Divina, A Fórmula de Deus e O Sétimo Selo, do José R. Santos; Anjos e Demónios, do Dan Brown e A Marca do Assassino e O Confessor, do Daniel Silva. São livros fantásticos que aconselho a todos vivamente!

Qual a tua citação preferida?
“Tudo vale a pena se a alma não é pequena”. Esta frase é quase como um lema na minha vida. Desde que tenhamos força de vontade, determinação e muito empenho, poderemos atingir os nossos objectivos. E é com este pensamento que batalho continuamente para chegar cada vez mais longe como Escritor. Pelo menos isso posso garantir aos meus leitores: muito trabalho e dedicação.

Qual foi o último livro que leste?
O último livro que li foi A Marca do Assassino, do Daniel Silva. Um policial bastante bom e cheio de acção, tal como eu gosto.

Se tivesses de escolher uma banda sonora para acompanhar a leitura de “O Novo Membro”, qual seria?
Pergunta muito curiosa, porque, como já referi, costumo ter uma selecção de músicas que me são essenciais para escrever, inspirar e me focar totalmente no que escrevo. Existem três músicas indispensáveis, que são:

Incubus – Wish You Were Here.
Charlie Clouser – Hello Zepp.
Clint Mansell – Requiem For a Dream.

Estas são músicas que transmitem bastante força e emoção e que nos fazem entrar ainda mais na história, quase como que nos tornando numa personagem do próprio livro, algo que é absolutamente espectacular e essencial para mim.

Como foi para ti dar o primeiro autógrafo?
Dar o meu primeiro autógrafo foi uma emoção fantástica. Lembro-me que foi para a minha irmã e senti-me super realizado. É difícil descrever a felicidade que se sente quando alguém nos pede um autógrafo. Até então pensava que dar autógrafos era apenas para “os outros”. Por isso, quando comecei a ser eu a dar, senti-me nas nuvens, completamente orgulhoso do meu trabalho e contente por estar a realizar o meu sonho.

Sabemos que te encontras a escrever um segundo livro. O que podemos esperar de diferente em relação ao primeiro livro que escreveste?
Na verdade, estou já na revisão do segundo livro. Ainda estou a escrever algumas partes em falta, mas estou a revê-lo juntamente com a Carina, que é a minha namorada e revisora particular (risos). Este será um livro mais maduro, com uma escrita mais evoluída, porque tive em conta todas as opiniões dos meus leitores. É um livro onde irei explorar mais as personagens centrais apresentadas em “O Novo Membro” e onde apresentarei uma personagem espectacular que se atravessará na vida do detective Rodrigo e que vai revolucionar a história por completo, levando a trama para um patamar bem mais elevado que no primeiro.

Queres desvendar-nos um pouco da história?
O segundo livro é uma continuação de “O Novo Membro”. Apesar disso, penso que se poderá ler separadamente, embora nunca seja a mesma coisa, claro. Neste livro, Rodrigo depara-se com um desafio fantástico incumbido pela tal personagem que referi que será apresentada. Vai ser uma corrida de loucos e terá um final de deixar o leitor de boca aberta. Estou bastante motivado com este livro, que espero que mostre aos meus leitores não só que evoluí a minha escrita, como também que mostre que estou para ficar neste mundo literário.

Como tem sido esta experiência desde que lançaste o livro?
Tem sido fantástico! Apareceram imensos amigos no meu lançamento, em Abril deste ano. Foi espectacular ver a maior parte dos amigos que fiz ao longo da minha vida todos juntos no mesmo espaço. De facto, esta é das partes que mais adoro nesta aventura literária: pude reunir quase todas as pessoas que fizeram parte da minha vida em várias ocasiões, tudo graças à publicação de “O Novo Membro”. Muito mais que a gratificação em si, publicar o meu livro trouxe o convívio com imensas pessoas.

Tens recebido muito feedback?
O feedback que tenho recebido tem sido muito bom! Claro que algumas pessoas não gostaram tanto, é perfeitamente normal, mas digo, com orgulho, que a maior parte gostou bastante e muitas fizeram questão de me dar a opinião pessoalmente ou pela internet, seja por e-mail, pelo blogue ou pelo Facebook. É habitual dizer-se que os amigos nunca dirão mal, mas posso dizer que tenho amigos sinceros e que me deram sempre a sua opinião honesta. Praticamente todos adoraram, o que me motiva mesmo muito, mas fizeram sempre questão de apontar aspectos menos positivos, porque queriam que eu melhorasse de modo a evoluir a minha escrita. É por isso que gosto de lhes agradecer constantemente a sua ajuda (sorriso).

Quais são os teus planos e objectivos para o futuro?
Neste momento quero lutar para que “O Novo Membro” chegue a mais leitores e que consiga ter mais espaço no mercado, o que é sempre difícil.
O meu objectivo a curto e médio prazo em relação ao segundo livro é fazer uma revisão profunda com calma e seriedade, para ficar o melhor possível para os meus leitores. Sei que vai dar imenso trabalho, uma vez que as revisões são sempre a parte mais chata de todo o processo criativo, e que vai demorar imenso tempo, porque a faculdade e os treinos ocupam-me bastantes horas diárias, e ainda porque tenho de conciliar o horário com o da Carina. Depois, claro, quererei publicá-lo em 2011, embora não tenha uma data de preferência para esse ano. No entanto, uma coisa é certa: só será publicado quando tivermos a certeza que está perfeito.

Novidades Bertrand para Novembro

Título: Comer Animais
Autor: Johnathan Safran Foer

Face à perspectiva de ter de explicar ao filho por que razão comemos uns animais e não outros, Johnathan Safran Foer, um dos mais originais e brilhantes jovens autores de língua inglesa da actualidade, dispôs-se a explorar as origens de muitas tradições alimentares e as ficções que ajudaram a criá-las… Um debate sobre o vegetarianismo. Best-seller nos EUA e Reino Unido.
«Se alguém continuar a consumir os produtos da indústria depois de ler o livro de Foer, poderá dizer-se que não tem coração ou que é insensível à razão, ou ambos.»
J. M. Coetzee (Nobel da Literatura)


Título: A mão de Fátima
Autor: Ildefonso Falcones

Um país dividido entre duas religiões.
Um homem que luta pelo seu próprio destino.
Um amor sem limites.
Com mais de quatro milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Ildefonso Falcones é autor do
best-seller internacional A Catedral do Mar (com cerca de 12.000 exemplares vendidos em Portugal)








Título: O perfil do Monstro
Autor: Arundhati Roy
Vencedora do Booker Prize em 1997 com O Deus das Pequenas Coisas, Arundhati Roy traz-nos neste livro, através de um conjunto de entrevistas, a sua análise do mundo actual e das suas constantes mudançastraçando assim O Perfil do Monstro.











Título: A Insaciável
Autor: Meg Cabot

«A autora da popular série Diários da Princesa salta agora para o carro dos vampiros» Booklist

Meg Cabot, número 1 do New York Times, com mais de 15 milhões de livros vendidos, é considerada «A mestre do seu
género» (Publishers Weekly).

A Insaciável é a versão moderna e divertida do Drácula.






Título: O Símbolo Perdido[Edição Especial Ilustrada]
Autor: Dan Brown

O livro mais vendido do ano em Portugal.
Mais de 5 milhões de
exemplares vendidos em todo o mundo.
Ao revelar um mundo de mistérios antigos, sociedades secretas
e uma História impressionante, a Edição Especial Ilustrada
desvenda toda uma nova dimensão de intriga e fascínio.
Com mais de cem imagens a cores, é um complemento essencial aooriginal



Título: Um amor imenso
Autor: Danielle Steel

Danielle Steel, a autora mais lida do mundo, com 580 milhões de exemplares vendidos, acredita em finais felizes.
No regresso da sua viagem de noivado, Edwina passa de uma jovem e feliz noiva a órfã com os cinco irmãos mais novos a seu cargo. Poderá ela voltar a amar e ser feliz?









Título: Bimby – Receitas com História

As melhores receitas para saborear com a família e amigos Com inúmeras receitas para experimentar na sua Bimby, este livro revela um pouco mais sobre a invenção que veio revolucionar a forma de estar na cozinha.
Para o dia-a-dia ou para ocasiões especiais, este livro reúne mais
de 60 receitas para se inspirar quando reúne amigos, família ou,
porque não, quando está sozinho e resolve ter um momento de
pura degustação “home alone”.



Título: Camarate – Um Caso Ainda em Aberto

Documento que se debruça e levanta novas questões sobre um dos casos mais enigmáticos e mediáticos da História portuguesa recente, pela mão de uma das figuras de maior prestígio do panorama político e social português.

Título: Dom Quixote de La Mancha
D. Quixote decide que é seu "ofício e exercício andar pelo mundo endireitando tortos, e desfazendo agravos" e parte à aventura na companhia de seu fiel e prosaico escudeiro, Sancho Pança. As hilariantes maluquices do Cavaleiro Andante liquidam, com a sua "moral do fracasso", as últimas ilusões da epopeia: aquilo a que Adorno chama "a ingenuidade épica". Depois de D.
Quixote , nada mais será igual.

Título: A Paixão de Constança
A Paixão Segundo Constança H. traz consigo toda a violência e todo o sofrimento daquele a quem coube em sorte viver num mundo em transformação, onde os valores tradicionais da família e os afectos a que nos tínhamos habituado a considerar mais estáveis resvalam, gradualmente, para um terreno movediço e irrespirável.

28 de outubro de 2010

Passatempo "Rubi"

A D'Magia em parceria com a Contraponto tem para oferecer 1 exemplar de "Rubi" de Kirstin Gier.

Sinopse:
O que fazer quando alguém se dá conta de que subitamente está no passado - num passado longínquo, não de décadas, mas de séculos? Bem, em primeiro lugar há que manter a calma - é o que Gwendolyn pensa. E vai-lhe ser necessária muita calma, quando descobre ter herdado da família um invulgar gene que lhe permite viajar no tempo.
Com o arrogante (mas muito giro!) Gideon como companheiro de viagem, daqui em diante as surpresas não param. Por ser a mais jovem portadora do gene, Gwendolyn é escolhida para uma missão muito importante: viajar por várias épocas para impedir alguns erros e, basicamente, pôr o passado em ordem!
Entre alguns acidentes de percurso e algumas discussões, este casal tão desigual envolve-se em aventuras de toda a espécie... e ao longo de todos os tempos. Pouco a pouco, vão descobrindo que seja em que século for os opostos sempre se hão-de atrair, e que o passado já não é o que era...

Para se habilitar a ser o vencedor basta nos enviar uma crítica a um livro lido por si, a melhor critica será a vencedora.

As participações deverão ser enviadas para literatura@dmagia.net os seus dados pessoais, até ao dia 7 de Novembro.


Regras do passatempo:
1) Ser seguidor do blog.
2) Apenas participantes com moradas de Portugal.
3) Não existe limite de participações por participante.
4) O participante autoriza a publicação da crítica enviada por si.
5) Os portes de envio são por conta dos vencedores (com a possibilidade de entrega em mãos nas zonas de Lisboa e Sintra).

Apresentação Bang!8

Editada pela Saída de Emergência, a Bang! é uma revista de literatura fantástica que promete compensar os leitores deste género em Portugal. Começou em formato de papel em 2005, passou ao formato digital em 2007 e voltou ao formato em papel em 2009.


Mas 2010 é que é o ano da revista Bang! A editora Saída de Emergência associou-se à Fnac e a revista passará a ser distribuída gratuitamente (sim, gratuitamente!) em exclusivo nesta cadeia de lojas. A publicação será trimestral e o expositor dedicado à revista estará na zona da literatura fantástica. A edição nº 8 deverá estar disponível já em finais de Outubro.


A tiragem da revista Bang! é de 8500 exemplares, tem 64 páginas inteiramente a cores e um design cuidado e inovador. Para além da versão em papel, o PDF da revista estará disponível nas páginas da Fnac e da Saída de Emergência.


Para este número, o 8, contamos com textos inéditos de autores estrangeiros e nacionais, ensaios e ficção de várias personalidades do fantástico português. A banda desenhada e o cinema do fantástico também marcam presença, bem como resenhas, rubricas e entrevistas.

A revista será apresentada no dia 2 de Novembro, às 19h, na Fnac Chiado, pelo director da revista Luís Corte Real, pela editora Safaa Dib, e pelos colaboradores e convidados Afonso Cruz e António de Macedo.

Lançamento Porto Editora para Novembro

Título: Histórias Daqui e Dali
Autor:
Luis Sepúlveda
PVP:
14,54 €

Chega no dia 8 de Novembro às livrarias Histórias Daqui e Dali, o novo livro de Luis Sepúlveda, inédito em Portugal.
Depois de quatro romances de Luis Sepúlveda publicados, a Porto Editora lança agora um livro de histórias deste autor chileno que desde há muito tempo conquistou os leitores portugueses. Histórias Daqui e Dali é um conjunto de 25 relatos onde as palavras do autor nos remetem sempre para um mesmo território literário: o território dos derrotados que se negam a aceitar a derrota.
Luis Sepúlveda vem a Lisboa e ao Porto em meados de Novembro para contactos com o público e com a comunicação social.

Sinopse:

«Tá, diz-se em uruguaio quando se procura afirmar com ênfase, e Tá respondeu Mario Benedetti quando a decência perguntou se havia que arriscar pelos pobres, pelos fracos, pelos condenados da terra, pelos que não tinham direito à alegria, pelos que sonhavam com uma existência justa, por uma palavra ‘amanhã’ plena de sentido.»
Esta frase, que dá início a uma das histórias que Luis Sepúlveda recolhe neste livro, resume perfeitamente tanto o espírito que guia a vida do autor chileno, como as suas palavras. Palavras seguras, potentes mas sussurrantes, que sempre nos interrogam sobre o estado do mundo e das suas gentes. Foi essa interrogação constante que consagrou Luis Sepúlveda como um dos mais originais escritores de língua castelhana.
Nestas 25 histórias somos transladados para diversos cenários, distintas situações, países daqui e dali. Um território bem conhecido dos leitores de Luis Sepúlveda que, neste livro, se reencontrarão com algumas das melhores passagens da sua extensa obra literária.

Convite para a sessão de lançamento do livro infantil de Luís Represas: "A Coragem de Tição"

26 de outubro de 2010

Opinião - Destino do Universo: Avatar


Título: Destino do Universo: Avatar
Autor:
Frederico Duarte
Editora:
Metaphora

Sinopse:

No lugar onde vida e morte se fundem; onde a Terra deixou raízes e granjeou sementes; onde a magia dita a realidade; onde a matéria se prolonga no plano espiritual; onde o equilíbrio nasce da instabilidade dos quatro elementos da Natureza; onde criaturas fabulosas, espécies híbridas e seres humanos se digladiam pelo domínio supremo; onde um Avatar fará a diferença... O universo conhecerá o seu fatal destino. A realidade sob o grilhão da fantasia!

Opinião por Margarida Santos:
O que me chamou a atenção primeiramente foi o título, que apesar de não estar tão na moda como agora devido a um certo filme, já tinha alguma fama devido ao anime. Uma rápida olhada à sinopse, que infelizmente pouco diz da história, esclareceu-me que nada tinha a ver com este mas antes com o termo hindu. E, logo desde o início, podemos ver que o título é adequado.
A personagem central é Alexandra, ou Alexis, um avatar mágico, uma criatura poderosa com uma ligação íntima à magia, tornando-a a representação física desta. A personagem é apresentada como uma estudante universitária de Lisboa, inconsciente do seu poder mas perseguida por sonhos assustadores. A reviravolta acontece quando um rapaz aparece, prova-lhe que a magia é real e diz-lhe que os sonhos são, na verdade, a realidade do mundo de onde vem. Nele ocorre uma guerra que ameaça o equilíbrio mágico e o poder adormecido de Alexis poderá ser a solução. A viagem que ela começa aqui vai ser marcada por situações empolgantes, repletas de acção, humor e drama, não esquecendo o romance.
Esta transposição para outro mundo, cada vez mais um subgénero do fantástico, não é tão radical como aparenta inicialmente: o mundo, Nova, é outro planeta dentro do mesmo universo e o enredo promete mais interacção entre este, a Terra e muitos outros no futuro da saga (como se verifica na continuação, “Necromancia”), puxando elementos mais clássicos da ficção científica.
O autor baseou-se em diversas mitologias, colocando Nova como a origem de muitas delas e a influência de muitas histórias fantásticas criadas actualmente de um modo bastante lógico e credível. Como tal, não é difícil encontrarmos referências que nos recordam outras épocas Históricas e certos universos conhecidos. Do mesmo modo, também a Terra acaba por influenciar a mitologia daquele planeta, como fica claro em algumas cenas.
O enredo do primeiro volume da saga funciona como uma introdução da história e das personagens. É interessante e cativante, deixando-nos com vontade de ler mais no final de cada capítulo, frequentemente marcados por uma nova reviravolta. Com o avançar da história apercebemo-nos de que há algo mais em jogo do que a guerra apresentada originalmente e fica clara a promessa de uma trama cada vez mais original.
Um ponto negativo é a descrição, já que diversas situações carecem de mais pormenores. A escrita demonstra a juventude do Frederico enquanto escritor, algo que apesar de compreensível visto ser o seu primeiro livro poderia ter sido tido em maior conta durante a fase de edição. Porém, é notável a evolução desta ao longo do livro.
Dou-lhe uma nota de 4 em 5, pelo facto de ser um universo bem elaborado, capaz de cativar diversas gerações,

Lançamento Quinta Essência

Título: Paixão Uma Noite de Inverno
Autor: Eloisa James
PVP: 16€

Poppy casou sob uma chuva de pétalas de rosa depois de conhecer o seu duque em Paris... o casamento mais romântico que se possa imaginar. Quatro anos depois… as pétalas de rosa transformaram-se em pó. Mas só depois de sair de casa do marido é que Poppy começa realmente a compreender o que é o romance…
Num Natal fabuloso, Lady Perdita Selby, Poppy para amigos e família, conheceu o homem que pensou que iria amar para sempre. O diabolicamente atraente duque de Fletcher era o marido perfeito para a inocente e bela inglesa, e o seu casamento foi o mais romântico que ela alguma vez vira. Quatro anos mais tarde, Poppy e o duque tornaram-se o alvo das atenções da alta sociedade... mas, por trás de portas fechadas, a chama do seu amor extinguia-se. Relutante em perder a mulher que continua a desejar, o duque está determinado a voltar a conquistar os deleitáveis afectos da sua encantadora noiva... e a ultrapassar os dias impetuosos do primeiro amor com uma sedução verdadeiramente pecaminosa.

Sobre a autora:
Autora de treze romances premiados, Eloisa James é professora de Literatura Inglesa e vive com a família em Nova Jérsia. Deve ter escrito todos os seus livros enquanto dormia, porque ocupa os dias a tomar conta de dois filhos especialistas em lamúrias, de um porquinho-da-índia muito exigente, de uma rã malcheirosa e de uma casa em ruínas. E numa ironia deliciosa para uma escritora de romances, é casada com um genuíno cavaleiro italiano.

Lançamento Estrela Polar

Título: O Céu
Autor: Lisa Miller
PVP: 16,90€

Milhões de pessoas acreditam que o Céu é um lugar bem real. Tal como Lisa Milller demonstra neste seu absorvente livro, o desejo de uma outra vida celestial é universal – partilhado por fiéis em todo o mundo e por todas as religiões – e é tão antigo como a própria Bíblia. Embora existam muitas ideias acerca de como é exactamente o Céu e de como se chega lá, judeus, cristãos e muçulmanos concordam todos em que o Céu é a casa de Deus. O Céu é uma viagem através da história fascinante e da geografia intelectual deste território intelectual. Desde as mais antigas concepções bíblicas da vida depois da morte até às histórias de extraordinários personagens teológicos, passando pelas convicções das pessoas comuns, Miller explora as raízes das nossas crenças sobre o Céu e como elas evoluíram através dos tempos.
Revela também como a noção de Céu tem sido usada como forma de manipulação – para disseminar o bem e o mal –, como inspiração para comportamentos altruístas e como justificação para o assassínio em massa.

Sobre a autora:
Lisa Miller é a editora de Religião da Newsweek. Tem uma coluna regular na revista e em Newsweek.com e escreve artigos sobre uma vasta gama de assuntos relacionados com a religião. HEAVEN (O Céu) foi inspirado por “Visions of Heaven,” um artigo de capa da Newsweek que a autora escreveu em 2002 e que gerou uma forte reacção dos leitores. Ex-jornalista senior especializada em religião no Wall Street Journal, iniciou a sua carreira como jornalista profissional na Harvard Business Review. Ajudou a criar o website “OnFaith,” sobre religião e fé, moderado pela Newsweek e o Washington Post e também trabalhou para a The New Yorker e a Self magazine.

Passatempo "Clube de Sangue" - Vencedor



A D´Magia agradece a todos os participantes, infelizmente só 1 poderia ser premiado.

E o vencedor é:
Andreia Dias - S. Mamede

O vencedor será contactado por email.
Parabéns ao vencedor e os votos de uma boa leitura.

Passatempo "História da Volta"

A D'Magia tem para oferecer 15 exemplares "História da Volta" de Alves Barbosa, Guita Júnior e Marçal Grilo.

Sobre o livro:
A editora Talento acaba de lançar uma obra de importância histórica na área do ciclismo nacional.
Trata-se do livro "História da Volta", com Alves Barbosa, Guita Júnior e Marçal Grilo como autores.
A história do ciclismo e sua evolução a nível mundial, assim como as crónicas de todas as 67 Voltas a Portugal, desde 1927 a 2005, são aqui minuciosamente retratadas, com todas as suas inesquecíveis peripécias, perfis das estrelas e resultados.
A evolução do equipamento, a primeira Volta, os números e milhões que o ciclismo movimenta, tudo isto poderá ficar a conhecer e guardar na sua biblioteca.


Para se habilitar a ser um dos vencedores basta responder às questões colocadas sobre o livro.

1 – Quem são os autores deste livro?
2 – Quantas Voltas a Portugal são aqui retratadas?

As respostas deverão ser enviadas para literatura@dmagia.net, juntamente com os seus dados pessoais, até ao dia 6 de Novembro.

Regras do passatempo:
1) Ser seguidor do blog.
2) Apenas participantes com moradas de Portugal.
3) Apenas uma participação por cada nome e email.

25 de outubro de 2010

Passatempo "Uma Voz na Noite" - Vencedores

A D´Magia agradece a todos os participantes, infelizmente só 3 poderiam ser premiados. As respostas correctas a este passatempo eram:

1 - Paris Gibson mudou-se para Austin para quê?
Para mitigar a dor dos passados erros trágicos.

2 - O que planeia fazer Valentino?
Planeia matar a rapariga, que já raptou, dali a 72 horas, e a seguir virá atrás de Paris.

3 - Em que ano publicou Sandra Brown o seu primeiro romance?
Em 1981.

4 - A sua obra está traduzida em quantas línguas?
Está traduzida em trinta e três línguas.


E os vencedores são:
Susana Fino - Lisboa
Élia Faria - Caneças
Florbela Galhetas - Terena

Os vencedores serão contactados por email.
Parabéns aos vencedores e os votos de boas leituras.

Passatempo "Os Doze"

A D'Magia em parceria com a editora Pergaminho tem para oferecer 2 exemplares "Os Doze" de William Gladstone.

Sinopse:
Este romance extraordinário e inesquecível conta a história de Max, um herói invulgar que é lançado pelo destino numa viagem de descoberta do segredo por trás da antiga profecia Maia sobre o final dos tempos – previsto para 21 de Dezembro de 2012.

Em criança, Max vivia isolado num mundo feito de padrões numéricos e cromáticos, e só começou a falar aos seis anos de idade. Aos 15 sofre uma experiência de quase-morte durante a qual tem uma visão que lhe revela os nomes de doze pessoas. Embora não consiga compreender o sentido desta revelação, Max sente que tem um significado profundo: todos Os Doze parecem estar ligados entre si e todos eles têm um papel a desempenhar no momento em que o mundo chegar ao fim.
Através de várias aventuras espectaculares em Jerusalém, Atenas, Londres, Índia, Istanbul, China, Japão e México, vai sendo revelado aos leitores como Max e Os Doze cumprem a missão que o destino lhes reserva: descobrir o verdadeiro sentido da misteriosa data de 21 de Dezembro de 2012.

Estará a antiga profecia Maia correcta? Estará de facto próximo o fim do mundo tal como o conhecemos? Ou haverá um sentido oculto, mais profundo e misterioso, para esta profecia arcana?

Combinando elementos de esoterismo, aventura e mistério, Os Doze é um romance a não perder para leitores de O Alquimista, A Cabana… e O Código Da Vinci.

Sobre o Autor:
William Gladstone é formado em Antropologia Cultural pela Universidade de Harvard. Ao longo da sua carreira em edição, já trabalhou com alguns dos autores mais influentes e respeitados dos nossos dias, incluindo Eckhart Tolle, Deepak Chopra e Barbara Marx Hubbard. Participou em projectos pioneiros, contribuindo para a criação da primeira editora de print-on-demand, e colaborou com alguns dos empreendedores de maior visão do mundo dos negócios, incluindo Tom Anderson, o fundador da MySpace, e Linus Torvalds, criador do sistema operativo Linux. Gladstone pode ser contactado através do e-mail twelvebook@gmail.com.


Para se habilitar a ser um dos vencedores basta responder às questões colocadas sobre o livro e o autor.

1 – Max vivia num mundo isolado de?
2 – Para quando está previsto o final dos tempos?
3 – O autor é formado em?
4 – Através de que e-mail pode o autor ser contactado?

As respostas deverão ser enviadas para literatura@dmagia.net, juntamente com os seus dados pessoais, até ao dia 30 de Outubro.

Regras do passatempo:
1) Ser seguidor do blog.
2) Apenas participantes com moradas de Portugal.
3) Apenas uma participação por cada nome e email.